Sassaricando – Oscar Nora- 6 de agosto de 2022

0

Foto: Divulgação

Dia 28 de julho, 17 anos passados, Jair Rosa Pinto nos deixava aos 84 anos de idade. Jair nasceu barra-mansense, quando sua cidade natal era distrito de Barra Mansa. Faleceu quatiense, em 2005, quando Quatis já havia sido emancipado e se tornava o simpático e acolhedor município que é hoje em dia.
+
Pouca gente sabe, mas depois de ser revelado no Barra Mansa FC, Jair foi para a divisão de base do Vasco da Gama onde acabou dispensado. Sorte do Palmeiras que revelou um dos mais talentosos craques da meia-esquerda no futebol mundial. Ainda que sendo jogador de pernas finas, Jair possuía um chute tão forte que lhe valeu outro apelido: “coice de vaca”.
+
Conheci Jair pessoalmente por volta do ano dois mil. Foi em São Lourenço, na quadra de bocha da cidade onde uma partida era disputada. Eu e o amigo Antônio Cardoso, bem mais novos, conversávamos com Jair quando, distraidamente, ele colocou um dos pés dentro do piso da bocha.
+
Vendo o perigo iminente da bola, na velocidade de 2 metros por segundo, atingir Jair, houve o grito coletivo: “cuidado”. Com a incrível agilidade de um dançarino do Bolshoi, Jair saltou novamente para fora da quadra. Ficamos perplexos com a agilidade espartana daquele senhor. E com fartas risadas e piadas voltamos a conversar.
+
Segunda-feira, dia 8, Sthefany Lima, tenista do Clube dos Funcionários de Volta Redonda viaja para Tucumán, na Argentina. Ela vai representar o Brasil no Torneio Sul-Americano por equipes, classificatório para os campeonatos mundiais Junior Cup e Bille Jean Cup Finals.
+
Com apenas 15 anos de idade, Sthefany já está no ranking WTA uma das organizações esportivas mais reconhecidas do mundo, composta por mais de 1.650 jogadores, de 85 nações. Os participantes competem para ganhar pontos e fazer parte do ranking mundial.
+
Medalha de ouro nas Olimpíadas Toquio/2021, Isaquias Queiroz vai disputar, neste final de semana, no Canadá, o título da categoria C1 500m no Mundial de Canoagem de Velocidade. Isaquias é campeoníssimo. Ele tem um ouro, duas pratas e um bronze juntando as duas edições olímpicas que participou – Rio 2016 e Tóquio 2020. Em Mundiais, são seis ouros e seis bronzes nas seis edições que disputou.