Sassaricando – Oscar Nora – 4 de setembro de 2021

0

Foto: CPB/Divulgação

Um amigo, desses fanáticos pelo futebol, me ligou inconformado e desabafou: “– Nora, você viu que coisa horrível foi o jogo do Brasil contra o Chile”? Meu amigo – respondi – vi o primeiro tempo. Como não estava trabalhando, deitei e acabei dormindo antes do segundo tempo começar.
+
A maioria das emissoras, entre elas a Rádio Sul Fluminense, preferiu cobrir jogos do campeonato brasileiro. Uma decisão surpreendente, especialmente quando se recorda que anos atrás, em dia de jogo da seleção brasileira, os expedientes eram encerrados mais cedo ou até se decretava feriado.
+
Por dever de ofício, vi o segundo tempo ontem à tarde e confesso que foi a pior exibição que já presenciei da seleção brasileira e do Neymar. Ele, Neymar, pessoalmente não estava bem e seu brilho habitual teve um apagão ainda maior pela falta de coadjuvantes mais talentosos e experientes.
+
Apresentados quase na hora da partida, os novatos que substituíram os titulares, impedidos por seus clubes de atuar pela seleção, caíram na armadilha da falta de entrosamento. Ruim de se ver, na prática foi bom de se registrar. Afinal, a vitória sobre o Chile, manteve a liderança e a invencibilidade da seleção brasileira, agora está praticamente classificada para a Copa do Mundo no ano que vem.
+
E de quanto dispõe de cacife o Brasil, para trazer o título mundial do Catar? Muita coisa ainda vai acontecer, mas no momento é um cacife pequeno. Se os clubes europeus não cedem os jogadores brasileiros para jogos oficiais da seleção, irão ceder para amistosos? Certamente, não! Nessa linha de raciocínio, Tite terá sérios problemas para jogar, treinar e amadurecer o time ideal para a seleção.
+
Dividas de mais de quatrocentos milhões de reais atormentam o Cruzeiro e o Vasco da Gama. Os mineiros têm o pesadelo de uma ordem da justiça mandando pagar a empresários, até dia 15 de setembro, a importância de 300 milhões de reais, à título de multa indenizatória do zagueiro volta-redondense Dedé.
+
Os cariocas têm o pesadelo da execução judicial de uma dívida de quase 94 milhões de reais com um grupo de credores. Companheiros de infortúnio na série B, pelo menos por enquanto, a insônia dos vascaínos pode ser amenizada com água e açúcar. É que a juíza dos autos permitiu o pagamento em parcelas mensais de 20 por cento do valor total.
+
Nos jogos paraolímpicos, ontem o Brasil igualou seu recorde de medalhas de ouro, obtido em Londres/2012. Como ainda restam várias modalidades em disputa, é quase certo um desempenho ainda mais premiado dos nossos para-atletas em toda história dos jogos.
+