Sassaricando – Oscar Nora – 26 de janeiro de 2019

0

Foto: Arquivo/El País

Estão definidos os grupos da primeira fase da Copa América deste ano. Para se classificar para a fase do mata-mata, o Brasil terá de enfrentar as seleções da Bolívia, Venezuela e Peru. Considerando o ranking, peso e importância no contexto continental e mundial será, como se diz na gíria, mamão com açúcar.

+
As partidas do Brasil serão nos dias 14 de junho, no Morumbi em São Paulo, contra a Bolívia; 18 de junho, na Arena Fonte Nova em Salvador , contra a Venezuela e 22 de junho, na Arena Corinthians, novamente na capital paulista.
+
Terminando a fase de grupos em primeiro lugar, nossa seleção jogará na Arena do Grêmio em Porto Alegre no dia 27 de junho. Avançando, disputará a semifinal no Mineirão, em Belo Horizonte, dia 2 de julho. Entretanto, se houver um tropeço e o Brasil ficar em segundo lugar na fase de grupo, sua partida nas quartas de final será no Maracanã dia 28 de junho.
+
Mas é pouco provável que a seleção brasileira se classifique em segundo. A superioridade da seleção brasileira diante dos oponentes que lhe foram destinados é esmagadora. São 275 gols marcados e apenas 62 sofridos. 71 vitórias, algumas delas com impiedosas goleadas, 15 empates e somente 10 derrotas.

+
Sendo assim, o Maracanã só verá a seleção brasileira caso ela dispute a partida final da Copa América. Ver nossa seleção na iminência de mais um título da Copa América – torneio do qual é apenas o terceiro maior vencedor, pois perde para o Uruguai com 15 títulos e Argentina com 14 – sem dúvida é motivo de alegria.
+
Mas, constatar que cada vez mais a seleção brasileira é afastada do Maracanã, é triste. Foi a seleção brasileira quem inspirou a construção do Maracanã em 1950. Nesse palco choramos a perda de um título mundial, mas das suas arquibancadas dezenas de vezes ressoaram intensos aplausos comemorando históricas vitórias.
+
A sucessão de maus gestores públicos vem fragilizando o lendário estádio. De sua inauguração até o ano 2000, o Maracanã recebeu a seleção brasileira quase uma centena de vezes. De lá para cá, todavia, apenas 4 jogos ou o equivalente a uma partida da seleção canarinho a cada 5 anos. O prezado leitor ficará perplexo ao saber que entre 2.000 e 2.007 a seleção brasileira não se exibiu no Maracanã. Triste.
+

Nesta manhã, às 10 horas, no Raulino de Oliveira, o Volta Redonda enfrenta o Madureira na terceira rodada da Taça Guanabara. O Voltaço joga pela primeira vez em casa e merece todo apoio da sua torcida. E precisa desse apoio para continuar em busca da vaga na semifinal. Por essa razão a diretoria do Volta Redonda preparou uma promoção com os ingressos sendo vendidas a R$ 10 ou R$ 5 + 1kg de alimento. Você apoia o time do Voltaço e faz uma ajuda filantrópica. Um golaço para seu altruísmo.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !