Sassaricando – Oscar Nora – 23 de setembro de 2020

0

Foto: Divulgação/Internet

Os clássicos de futebol no Brasil são conhecidos também por apelidos. No caso do Rio de Janeiro, Clássico dos Milhões é o jogo entre Vasco da Gama e Flamengo. Clássico Vovô é o apelido de Fluminense e Botafogo. O apelido mais reduzido é o FlaxFlu. E Vasco x Botafogo é o clássico da amizade.
+
De fato, é unânime entre os jornalistas – que por força do ofício acompanham de perto esse embate esportivo, antes, durante e depois de cada jogo – o comportamento civilizado entre as duas torcidas. As torcidas organizadas violentas deveriam se inspirar nos torcedores de Botafogo e Vasco da Gama.
+
Segundo o jornalista Mário Filho, um apaixonado divulgador do futebol que mais tarde teve seu nome escolhido para denominar o Estádio do Maracanã, em 1913 o Botafogo convidou um combinado português para visitar o Rio de Janeiro e disputar duas partidas amistosas com um combinado carioca. O evento teve grande repercussão e estimulou os portugueses a transformar o Vasco, à época uma equipe mais voltada para a regata, em também um time de futebol.
+
Raríssimas vezes os dois clubes embirraram entre si. E quando aconteceram, foram em finais de Campeonato Carioca. Na de 1948 os vascaínos acusaram os botafoguenses de pintar o vestiário vascaíno com cal virgem, deixar os sanitários sujos e cheios, cortar a água e jogar pó de mico em seus jogadores. Na final de 1990, Eurico Miranda criou uma interpretação particular do regulamento, na qual em caso de derrota do Vasco no tempo normal haveria a necessidade de prorrogação, impedindo o Botafogo de comemorar no Estádio do Maracanã, com o título só sendo confirmado posteriormente.
+
Em cem anos Vasco e Botafogo já se enfrentaram mais de 300 vezes. Duelaram no Maracanã, São Januário, General Severiano, Arena Nilton Santos e até no Estádio das Laranjeiras. A vantagem do Vasco em vitórias e gols marcados é muito grande. Mas em São Januário, onde houve 48 confrontos, 20 vitórias são do Vasco, 13 do Botafogo e 15 empates. E o empate classifica o Botafogo. Logo, não há favorito.
+
Será que São Judas Tadeu se aborreceu com a saída do Jesus? Caramba, as vitórias sumiram, o time leva uma goleada, jogadores se desentendem, a Covid-19 faz um arraso e até um vulcão se enfurece. Espero que tenha sido bom para o rubro-negro o resultado ontem à noite. Se venceu foi uma exemplar demonstração de força e equilíbrio para quem também padeceu com a incerteza de poder haver a partida, proibida pelas autoridades locais até poucas horas antes da bola rolar.
+

+

+

error: Conteúdo protegido !