Sassaricando – Oscar Nora – 14 de setembro de 2021

0

Foto: Blgo Paiva Netto

A autorização para presença de público no Maracanã, amanhã, na partida Flamengo x Grêmio é absurda. No momento em que os números das estatísticas por mortes e contaminações causadas pela Covid-19 estão decrescentes, é incrível a irresponsabilidade de se criar um cenário propício para esses números voltarem a crescer.
+
É um absurdo que a Confederação Brasileira de Futebol e 19 dos seus 20 clubes da elite sejam contra a presença de torcedores nos estádios, neste momento, mas essa maioria ser pateticamente derrotada por uma minoria.
+
É um absurdo que o prefeito da cidade do Rio de Janeiro contribua para essa calamidade. O senhor Eduardo Paes parece distraído ou propositalmente indiferente ao que aconteceu, recentemente em Belo Horizonte, quando seu colega Alexandre Kalil autorizou a abertura do Mineirão e, em seguida, ao perceber o erro que cometeu, mandou fechar novamente.
+
O senhor Eduardo Paes até pode, depois de quarta-feira, fazer o mesmo. Nesse caso é bom que faça a estatística dos novos casos de contaminação que surgirão. A propósito ele parece ter tido um espião, ou, ele próprio, ser multiplicador, como foi Jesus no episódio dos cinco pães e dois peixes.
+
De acordo com os evangelhos canônicos Jesus, ao saber da morte de João Batista, resolveu se recolher em Betsaida. A multidão das cidades da região, então o seguiu a pé. Quando Jesus viu a grande quantidade de gente presente, parou, se compadeceu deles e curou os doentes.
+
Anoitecendo, os discípulos chegaram até Jesus e aconselharam: “Este lugar é deserto e a hora já é tarde; despeça-se, para as multidões irem às aldeias para comprar alguma coisa para comer”. Mas, Jesus respondeu: “Não precisam ir; dai-lhes vós de comer. Os discípulos retrucaram: “ temos aqui senão cinco pães e dois peixes”.
+
Calmamente, Jesus pediu que lhe trouxessem aqueles alimentos. Sentou-se com o povo na grama, olhou para o céu, agradeceu e começou a partir os pães e os peixes entregando aos discípulos que repassavam aos seus seguidores. Milagrosamente, todos, cerca de cinco mil homens, além das mulheres e crianças, se alimentaram.
+
Como o decreto do Prefeito autoriza presença crescente de público em três jogos – cerca de 23, depois 26 e depois 35 mil – e ele garante que todos serão monitorados por 15 dias, conclui-se que Eduardo Paes está batendo um bolão melhor que Jesus. Sim, porque Jesus alimentou 5 mil e Paes, vai conseguir monitorar quase 85 mil.
+
Infelizmente parece que amanhã o Flamengo terá consagrado seu infeliz absurdo. É que o senhor Otávio Noronha não quer antecipar o julgamento colegial do STJD para o pedido, da CBF e dos clubes, de suspensão da liminar obtida pelo Flamengo. A pauta prevê dia 23 de setembro. Rigoroso, seu Otávio afirma que pauta é para ser respeitada. E como bom filho da pauta, cumpre seu dever.
Anúncio:
+

+