Sassaricando – Oscar Nora – 12 de junho de 2021

0

Como se sabe, os piratas surgiram na Grécia antiga pilhando navios e cidades. Tempos depois, no início do século XV um deles passou por aqui, parou na costa brasileira, encantou-se com os papagaios e levou alguns para vender. Fez o maior sucesso e percebeu que, além de serem mais fáceis de se lidar, eles valiam muito mais do que os micos, até então os hóspedes no ombro dos piratas.

+

Os papagaios ficaram famosos e a sofisticada nobreza da época pagava valores altíssimos pelas exóticas aves. Além disso, os papagaios se tornaram o presente de corrupção dos piratas para aliviar a inclemência dos corsários ingleses. Coitado do papagaio. A inocente ave, se tornou o bordão que define aquele que busca a vantagem de forma ardilosa e maliciosa.

+

Hoje em dia são muitos os ‘papagaios de pirata’. No Rio de Janeiro, na gare da Central do Brasil, por exemplo, um grupo se reúne toda manhã para trocar informações sobre os endereços onde a televisão irá fazer reportagens de rua. Quando descobrem, eles se dirigem para o local e ficam atrás do repórter, na expectativa de gloriosos segundos de fama na telinha.

+

Pessoas assim nada recebem pelo ato tolo que cometem, nem se ofenderão se alguém lhes disser que possuem cérebro de camarão. Mas existem os papagaios de pirata ardilosos e maliciosos. Esses papagaios são alguns políticos inexpressivos. Em busca da fama oferecida pela visibilidade da mídia, tentam se tornar personagens importantes nos fatos de repercussão.

+

Como foram episódios corriqueiros, nenhum deles esboçou a menor reação pela realização das competições esportivas em seus Estados. Nenhum protestou pela realização da Copa do Brasil ou a disputa do Campeonato Nacional, em diferentes gêneros e categorias, mesmo quando vários atletas, em vários clubes, foram diagnosticados contaminados. Contudo, esses mesmos papagaios de pirata, percebendo a farta visibilidade oferecida pela Copa América no Brasil, cacarejaram fingidas indignações através de dezenas de tribunais e até do STF. Mas, sem êxito.

+

A Copa América começa neste domingo. Na abertura da 47.ª edição do principal torneio de futebol masculino entre seleções da América do Sul, às 18 horas jogam Brasil x Venezuela e, às 21 horas, Colômbia x Equador. Neste instante, os oportunistas papagaios de pirata estarão se transformado em ‘Dodô’. Não o Dodô, fantástico artilheiro mineiro; nem o “Seu Dodô”, saudoso e talentoso narrador esportivo. Mas, no Dodô, espécie extinta de ave da família dos pombos, que era incapaz de voar.

error: Conteúdo protegido !