Sassaricando – Oscar Nora – 11 de setembro de 2019

0

Fotos: Divulgação

Harlem Globetrotters é o nome de uma equipe de basquetebol profissional norte-americana. Time de basquete mais famoso do mundo, reúne homens, mulheres e até anões, fazendo das partidas uma mistura de entretenimento e habilidades performáticas. Já estiveram por aqui, em umas das suas mais de 25 mil apresentações em 118 países.
+
“Globe”, de bola de basquete, e “Ball” de bola de futebol, o Globetrotters, criado em 1926 e perto de comemorar cem anos de idade, parece ter encontrado seguidores na figura da seleção brasileira de futebol que, a cada janela Fifa, mais se aproxima de ser um time de ‘Balltrotters’.
+
A exibição da seleção para os brasileiros, ao vivo, em território nacional, passou a ser evento raro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prefere programar para a seleção amistosos fora do país e até em horários estapafúrdios. Ontem, por exemplo, Brasil e Peru se enfrentaram em Los Angeles, à meia-noite.
+
Pode ser que local e horário não ajudem muito a aperfeiçoar o time para as competições oficiais. Porém, isso não tem muita importância, podendo ficar em segundo plano. Parece que o mais importante é faturar mais, e muito tornando a CBF uma instituição milionária.
+
Não é um raciocínio exagerado, quando se observa números do balanço de 2018 e o faturamento total de R$ 616,92 com a soma das seguintes receitas: R$ 155,87 milhões em direitos de transmissão; R$ 318,85 milhões de patrocinadores, R$ 92 milhões com bilheteria e premiações e pouco mais de R$ 50 milhões em receitas eventuais.
+
Com a seleção foram gastos cerca de R$ 100 milhões. A opulência da CBF, os astronômicos salários de jogadores e técnicos, a crescente insolvência dos nossos times de futebol, formam a receita que explica o desapontamento crescente dos torcedores pelo futebol masculino, enquanto vem crescendo o interesse pelo futebol feminino.
+
Por essa razão, não causa espanto o número recorde de inscrições de mulheres no curso de formação de árbitros da Federação Paulista de Futebol (FPF). Houve aumento de 357% de mulheres inscritas em relação ao ano passado.
+
Se as 50 vagas previstas forem preenchidas a FPF passará a ter 64 árbitras em seu quadro, todas preparadas para atuar em jogos de mulheres e homens. A vez do futebol feminino prestigiado, está chegando.
+

Foto: Fiba/Divulgação

Terminado o Campeonato Mundial de Basquete Masculino, Estados Unidos e Argentina ficaram com as duas vagas antecipadas das Américas para os Jogos Olímpicos do ano que vem. Agora, a última chance de classificação do Brasil, será o torneio pré-olímpico um mês antes da Olimpíada de 2020. Nesta competição haverá quatro grupos, cada um deles com seis participantes. Apenas o campeão de cada grupo terá a vaga.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !