Santa Dulce é celebrada com fé e devoção em Angra dos Reis

0

ANGRA DOS REIS

A Igreja Católica celebrou Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira, ontem, 13. Uma vasta programação religiosa e cultural, organizada pela Fraternidade de Santa Dulce, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, com o apoio das Secretarias de Eventos e Cultura e Patrimônio, marcou a data em Angra dos Reis.

Segundo a prefeitura, as atividades começaram às 11h30min, com banda de música percorrendo as ruas da cidade. Ao meio-dia, houve toque de sinos e espocar de foguetes, além de almoço de Santa Dulce. Às 18h30min foi celebrada a missa solene em honra a Santa Dulce dos Pobres, presidida pelo pároco Frei Marcelo de Jesus, na Igreja Matriz, seguida por procissão pelas ruas do Centro da cidade.

“Celebrar Santa Dulce dos Pobres significa um olhar para as necessidades à nossa volta. A fraternidade tem esse olhar para fora da igreja na nossa cidade, para todas as pessoas que precisam, não só no Centro, mas nas nossas comunidades”,  explicou Frei Marcelo.

Encerrando os festejos, o músico católico e saxofonista, Brais Oss, missionário da Canção Nova, se apresentou na praça da Matriz.  O público presente cantou, orou e se emocionou com canções cristãs como “Noites Traiçoeiras” e “Como Zaqueu”, além de músicas populares a exemplo de “É preciso saber viver”.