Santa Casa de Resende trata varizes por espuma ecoguiada

0

RESENDE

A Nova Santa Casa de Resende passou a disponibilizar o tratamento de varizes por espuma ecoguiada nos membros inferiores para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O procedimento, que vem sendo realizado desde o dia 5 de julho deste ano, é pioneiro na rede pública de saúde do município, e acontece às sextas-feiras, na unidade de saúde localizada no bairro Lavapés. O principal objetivo é reduzir a fila de espera para a cirurgia de varizes por pacientes do SUS, que foram diagnosticados com esclerose não estética.

A escleroterapia é basicamente a localização da veia por meio de ultrassom e injeção do medicamento em forma de espuma. Com isso, a veia é fechada e o sangue redirecionado, o que causa benefícios para a circulação sanguínea. O prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz, destacou que o tratamento gratuito é destinado aos pacientes com esclerose não estética. Ele explicou que o procedimento de baixo investimento, que é considerado mais seguro, elimina a necessidade de operação de varizes nestes casos mais complexos. “Primeiramente, o paciente deve ser consultado por um cirurgião vascular, visando averiguar seus possíveis riscos e evitar complicações. Depois de ser avaliado por um especialista da rede pública, o usuário poderá ser encaminhado ao ambulatório da Santa Casa, onde será submetido às sessões de tratamento. O paciente receberá total acompanhamento do seu quadro evolutivo, sem necessidade de internação nem anestesia. Atualmente, quatro profissionais de cirurgia vascular atuam em duplas na unidade de saúde”, afirma o prefeito.

O paciente recebe atendimento sem necessidade de internação e uso de anestesia

Balieiro lembrou que o tratamento oferecido é mais seguro, de baixo custo e a recuperação do paciente é mais rápida. “A técnica é oferecida pelo SUS para casos de esclerose não estética. O método utilizado tem a finalidade de neutralizar a doença, não de cura definitiva. A Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV) recomenda a escleroterapia para situações específicas”, informou.

SOB NOVA PERSPECTIVA

O secretário municipal de Saúde, Tande Vieira, ressaltou que a unidade passou por diversas melhorias no atual governo, iniciado em 2017. “Em janeiro deste ano, a segunda etapa da reforma da Nova Santa Casa, promovida pelo programa ‘Revitaliza Resende’, foi entregue. O ambulatório foi revitalizado e ampliado. A unidade ganhou um novo laboratório. Foram adquiridos novos equipamentos e incluídos mais procedimentos, exemplo disso, foi a implantação do exame do sono, conhecido como polissonografia”, afirmou.

O tratamento gratuito é destinado aos pacientes com esclerose não estética

Tande frisou ainda que estão sendo desenvolvidos cursos de capacitação voltados para os funcionários constantemente e citou a premiação para a unidade de saúde. “O prêmio ‘Destaque do Ano’ da Aciar (Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de Resende) foi mais um reconhecimento à Santa Casa, que, atualmente, é referência em atendimentos na região. Vale lembrar que também houve a construção do Centro de Material e Esterilização da unidade”, frisou.

Além das mudanças e renovações já citadas, a Nova Santa Casa adquiriu a licença de funcionamento da farmácia interna, que foi emitida pelo Conselho Regional de Farmácia. Desde 2013, a unidade estava sem este documento. “Ainda houve a redução do endividamento: 98% do passivo trabalhista encerrado. Além disso, também foi renegociada a dívida da energia elétrica, que totalizava R$ 1.585.723,90 de contas não pagas no período de 12 anos”, finalizou Tande Vieira.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !