Rodoviários de Volta Redonda participam de assembleia convocada pelo Sindicato

0

Os rodoviários do município e região participaram na semana passada, da assembleia convocada pela direção do Sindicato da categoria.  Os trabalhadores se reuniram na sede da entidade, no bairro Aterrado, onde foram informados sobre o resultado da audiência entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SindPass) e os trabalhadores, ocorrida na sede do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ).

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, José Gama, o Zequinha, mostrou aos trabalhadores que a liminar do SindPass impediu a greve que os rodoviárias já tinham aprovado. Mesmo assim, segundo Zequinha, na audiência o Sindicato avançou, já que conquistou para toda a categoria a retirada das cláusulas que os sindicalistas chamam de “vermelhas”, como as empresas poderem fazer acordo de forma individual com o trabalhador, cobrar multas sem critérios, obrigar a fazer 4 horas extras por dia ao invés de duas horas e, principalmente, a cláusula que autorizava a dupla função; ou seja, motorista dirigir e cobrar passagem.

Zequinha lembrou ainda aos rodoviários que o pagamento retroativo a 1º de junho está garantido. Disse também que conquistou dois meses de cesta básica para os trabalhadores que forem para o INSS, além dos 2% de reajuste em todos os itens econômicos, PLR, Cesta Básica e outros. Para Zequinha, os rodoviários de Volta Redonda podem desafiar qualquer outro sindicato do Estado, pois demonstraram muita coragem, desafiando os patrões até chegarem ao Tribunal. “No nosso entender, pela nossa experiência e pelo que vimos no Tribunal, agora é hora de pegarmos o que garantirmos e continuar para fazer cumprir as nossas conquistas na Campanha Salarial 2018/2019”, declarou o presidente.

Zequinha disse também que os rodoviários são bons de briga e que as empresas não têm dúvidas, tanto que na hora da greve os empresários recorreram ao tribunal. “E com o apoio da grande assembleia que realizamos, ninguém mais vai pagar para ver a coragem da nossa categoria”, finalizou o presidente.

error: Conteúdo protegido !