Rio+Saneamento inaugura Estação de Tratamento de Esgoto Barão de Vassouras

0

VASSOURAS

A Rio+Saneamento inaugurou as operações da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Barão de Vassouras, localizada no município de Vassouras. A concessionária, que já é responsável pela distribuição de água, desde agosto de 2022, assumiu a responsabilidade pelo sistema de esgotamento sanitário. A iniciativa faz parte do projeto de universalização dos serviços de fornecimento de água e tratamento de esgoto até 2033, conforme as metas estabelecidas pelo Marco Legal do Saneamento. Com um investimento total de R$ 14 milhões, os serviços de esgoto na cidade beneficiarão mais de 20 mil pessoas até o final deste ano.

Para atender melhor a comunidade, a ETE Barão de Vassouras foi completamente reformada, com a recuperação de quatro estações elevatórias. A unidade terá uma capacidade de tratamento de 25 litros por segundo. Assim, cerca de 2,16 milhões de litros de esgoto deixarão de ser lançados diretamente nos corpos hídricos diariamente, o que equivale a mais de 1 milhão de garrafas de 2 litros.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito de Vassouras, Severino Dias; Rosi Silva, vice-prefeita; Daniel Carcau, representante da Casa Civil do Governo do Estado do Rio de Janeiro; Leonardo Righetto, presidente da Rio+Saneamento; além de diretores da concessionária e secretarias municipais.

Durante a inauguração, o prefeito ressaltou a importância dos cuidados com o meio ambiente, incluindo o tratamento do esgoto. “Muitas coisas vão acontecendo e continuamos achando que não tem nada a ver, até que a tragédia fica gigantesca e as pessoas lembram que precisam cuidar do meio ambiente e pensar na sustentabilidade. Mas precisamos inverter nossas ações, pensar nisso todos os dias para que consigamos evitar essas tragédias. É muito importante para toda a sociedade que tratemos o esgoto, principalmente, por questões de saúde. Muitas doenças aparecem por conta disso”, afirmou.

De acordo com o presidente da Rio+Saneamento, Leonardo Righetto, a ETE desempenha um papel crucial para a sociedade ao contribuir para a despoluição dos rios e córregos da região. “Ao observarmos a entrada do esgoto na estação, é impressionante pensar que, anteriormente, todo esse material era despejado dia e noite nos nossos corpos hídricos sem qualquer tratamento. Nosso propósito é claro: atuar nas cidades em que operamos para pôr fim a essa poluição”, disse Righetto, reforçando que com o trabalho da concessionária, a população receberá como resultado mais saúde, qualidade de vida e um meio ambiente mais limpo e saudável.

Desde 2016, o esgoto de Vassouras era despejado diretamente nos rios e córregos da cidade, o que além de poluir as águas fluviais, trazia um odor forte, deixando a população exposta. Além da ETE, o município já recebeu outros investimentos no saneamento, como aquisição de novos equipamentos para a realização do bombeamento de água, melhorias na qualidade do tratamento das estações de tratamento de água da cidade, assentamento de redes coletoras de esgoto no distrito de Massambará, ações de combate às perdas de água, entre outros.

 

 

Deixe um Comentário