Réveillon: usar roupa nova é meta de 47% dos consumidores

0

SUL FLUMINENSE

Após as festividades do Natal, as vitrines do comércio já se preparam para uma das principais tradições do consumidor brasileiro: passar a virada de ano com roupa nova. Um levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revela que quase metade (47%) dos brasileiros que vão comemorar o ano novo pretende comprar alguma peça de roupa para festejar a chegada de 2019. Os gastos com essas compras e também com as comemorações do Réveillon, como viagens e ceia, deverão ser, em média, de R$ 290,96, embora 44% ainda não tenham se decidido a respeito de valores.

Os dados da CNDL/SPC Brasil são semelhantes aos registrados pelo A VOZ DA CIDADE nas cidades do Sul Fluminense, afinal, a cor branca será a cor escolhida pela grande maioria dos supersticiosos, que projetam na roupa de tom claro a paz, esperança e boas energias para o ano novo. Na pesquisa da CNDL/SPC Brasil, por exemplo, ao menos 59% dos entrevistados indicaram que vão utilizar roupas nesta cor, outros apontaram a preferência pelas cores amarelo e azul.

Após o Natal, as vitrines das lojas de vestuário nas cidades da região já adotam nos manequins roupas nas cores mais utilizadas para o Réveillon, com destaque para as roupas brancas. Em Barra Mansa, são inúmeras lojas com o destaque para o Réveillon e a expectativa de boas vendas mantendo a tradição de que na virada do ano o ideal é utilizar roupa nova. Na cidade de Resende, situação semelhante, com vitrines explorando os tons claros e a perspectivas de vendas elevadas até o sábado. “É comum as pessoas procurarem sempre de última hora, seja um vestido, uma camisa. As cores mais procuradas são, sim o branco e o amarelo. O branco eles dizem que remete à paz, harmonia, já o amarelo, o dourado é pela energia positiva, alegria e bons fluídos para atrair dinheiro. Temos roupas para adultos, jovens e crianças com peças em outras cores também como o verde, azul e até o vermelho”, comenta a gerente Sônia Paiva.

Os vestidos para as festas de Réveillon em tons claros, como o branco e prata são destaques nas vitrines

Segundo a CNDL/SPC Brasil, para os supersticiosos, a cor da roupa também é um detalhe a ser levado em consideração na virada e em cada dez compradores, seis (61%) garantem que haverá uma cor predominante na roupa nova a ser usada na celebração de ano novo.

Sendo 59% de menções para a cor branca, o amarelo, que para muitos simboliza dinheiro, será opção de 12% dos entrevistados e o azul, que representa a serenidade e harmonia, é a escolha de outros 10%. Completa o ranking as cores dourado (5%), preto (4%) e vermelho (3%). “Há cinco anos eu passo a virada de ano na praia de Copacabana, no Rio. Eu e o meu o marido usamos branco como roupa principal, tendo algum adereço na cor dourada, como relógio, brincos, cordão. Acho que é válida sim, essa magia de estar de branco, atraindo paz e prosperidade. Já comprei meu vestido e falta achar uma bermuda e uma camisa polo branca, para o marido”, conta a esteticista Marina Mendonça.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !