Resende poderá ter campanha de conscientização de uso de vagas exclusivas

0

RESENDE

O vereador Cláudio Oliveira De Araújo (MDB) apresentou à câmara indicação propondo à prefeitura a realização de campanha de conscientização sobre o uso de vagas exclusivas a idosos e pessoas com deficiência (PCDs). Em outra indicação, o vereador pediu ao Executivo que faça estudo de viabilidade visando readequação das áreas baixas e internas dos Centros Integrados de Educação Pública (Cieps) do município, nos moldes da readequação feita no Ciep 489, localizado no bairro Cidade Alegria.

Segundo De Araújo, é notório o desrespeito de muitos motoristas e motociclistas, ao estacionarem, indevidamente, tanto nas vagas públicas espalhadas pelas cidades, ou até mesmo nas vagas privadas, localizadas em shoppings e supermercados do município. “Outra boa alternativa, visando conscientizar as pessoas sobre este assunto, é também ter à frente de uma campanha educativa os próprios estabelecimentos comerciais, uma vez que esta é uma responsabilidade não só do poder público, mas de toda a sociedade”, salientou o vereador.

Segundo a Unesco, 24 por cento da população brasileira tem algum tipo de deficiência, seja visual, auditiva, física ou mental.

READEQUAÇÃO DE CIEPs

Foi aprovado pelo Plenário do Legislativo, um pedido de estudo de viabilidade feito pelo vereador De Araújo visando readequação das áreas baixas e internas dos Centros Integrados de Educação Pública (Cieps) do município, nos moldes da readequação feita no Ciep 489, localizado no bairro Cidade Alegria.

O parlamentar explicou que proposta é readequar a readequação dos Cieps dos bairros Toyota, São Caetano, Novo Surubi e Vicentina nos moldes do que foi feito no bairro Cidade Alegria, que passou a atender 110 crianças do bairro Contorno, que sofreu um incêndio. “Dessa maneira, os educandários atenderiam e ampliariam o quantitativo de crianças em idade de creche, pois como é do nosso conhecimento, há uma grande demanda no nosso município. Assim, inúmeras famílias que precisam deixar seus filhos na creche, seriam atendidas”, explicou De Araújo.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !