Resende desenvolve projetos contra a violência doméstica

0

RESENDE

Agentes da Guarda Municipal e Policiais Militares do 37º BPM iniciaram na segunda-feira, dia 8, o treinamento para implantação de projetos de prevenção e combate à violência doméstica. O processo é conduzido com apoio de profissionais do setor de assistência social da prefeitura e do judiciário até o dia 19. Ao final, a PM terá implantado o programa “Guardiões da Vida” e a Guarda vai atuar com a “Patrulha Maria da Penha”.

A primeira parte do treinamento aconteceu hoje, com o pessoal do Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher (NIAM) e foco na violência contra o público feminino. Os encontros foram na sede do 37º Batalhão da PM. Nesta quarta-feira, dia 10, os agentes participarão do Fórum do Idoso de Resende, na Faculdade Dom Bosco, de 13 às 17 horas.  No dia 11, os agentes de segurança voltam ao batalhão para apresentação dos dados da Vigilância Socioassistencial da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, novamente de 9 horas ao meio dia.

Os policiais militares e os guardas municipais participam das atividades

No dia 12, a violência contra as mulheres volta à pauta com uma palestra no Fórum de Resende. No dia 16, o tema é o cuidado com as crianças com o tema “Medida Socioeducativa e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil”. Haverá também a apresentação da rede de proteção social de Resende no dia 17 e no dia 18 o debate será sobre  ” Tipos de Violência e Fluxos de Violência contra crianças, adolescentes e idosos”, coordenado pelos profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social. No fechamento, dia 19, haverá um amplo debate sobre o “Fluxo de Violência contra crianças e adolescentes”, novamente com pessoal do CREAS e apoio do Conselho Tutelar.

Cada corporação vai montar uma equipe especializada, que estará apta a fazer abordagens mais qualificadas diante das vítimas. Da mesma maneira, essas patrulhas receberão conhecimento para encaminhamento e atendimento dentro da rede de atenção social. Estão previstas, inclusive, visitas de acompanhamento às casas das vítimas. Além, é claro, de ações de repressão aos criminosos identificados.

Comandante do 37º Batalhão da PM, Coronel Rhonaltt Bueno Pereira, destacou que o projeto “Guardiões da Vida” foi repassado para implantação nos batalhões de todo o estado. “Diferente da Patrulha Maria da Penha, que foca na questão das mulheres, o Guardiões da Vida atua em todas as frentes de violências doméstica. O policial destacou o apoio da Prefeitura para implantação do projeto. “A partir desta capacitação, nossos policiais vão atuar não só na repressão, mas também na prevenção destes casos”, disse o coronel.

O subcomandante da Guarda Municipal, Valmir Ribeiro Azevedo, afirmou que muito do passado logo no primeiro dia do treinamento já fez toda diferença. “Muito do que aprendemos vai ser útil no momento da abordagem das vítimas. Foi muito especial e o objetivo é que possamos ser também multiplicadores do aprendizado”, afirmou.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !