Resende continua com aulas no modelo híbrido

0

RESENDE

A secretária de Educação, Rosa Frech reafirmou que o município está obedecendo todas as recomendações do Ministério da Saúde, e continua com às aulas em sistema híbrido desde o dia 8 de fevereiro. Neste modelo, as escolas não recebem a carga total de alunos, possibilitando a manutenção de distanciamento social e todos os demais cuidados importantes neste período. A informação foi dada após o Governo do Estado ter divulgado, recentemente, uma nota técnica com observações e recomendações sobre as decisões a serem tomadas neste período da pandemia da Covid-19. Um dos pontos abordados foi o retorno dos alunos à rotina de aulas presenciais. De acordo com a nota, este retorno deve ser tratado como prioridade, tendo em vista a instabilidade emocional de crianças e adolescentes. Ainda de acordo com o parecer, o recomendado é que os municípios mantenham o máximo de segurança possível, com medidas preventivas como o distanciamento social. O governo considera que a recomendação vale para municípios enquadrados até o nível de risco vermelho (alto). Segundo o mapa de risco elaborado pelo Estado, que leva em conta a taxa de ocupação hospitalar de toda a região, Resende está no nível vermelho. Já baseado no mapa de risco elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, seguindo a mesma metodologia, mas com as taxas de ocupação hospitalar apenas da cidade, Resende está no nível laranja, de risco moderado.

Rosa Frech disse que o ensino híbrido é fundamental para o desenvolvimento dos alunos, desde que tudo seja feito com todo rigor e segurança. “A volta às aulas presenciais no sistema híbrido foi uma decisão acertada pensando no melhor para o desenvolvimento de milhares de crianças e adolescentes que são o futuro do município e do país. Com o tempo, os danos emocionais e no desenvolvimento socioeducativo são cada vez maiores e a gestão municipal entendeu que seria possível alcançar um meio termo através do ensino híbrido”, disse a secretária, ressaltando que o ensino híbrido foi preparado com muito cuidado e atenção. “A emissão da nota técnica pelo Governo do Estado é um bom indicativo de que o município está no caminho certo”, completa.

VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Para aumentando ainda mais a segurança das atividades, a prefeitura iniciou a imunização de profissionais da educação contra a Covid-19. A lista de profissionais vacinados, inicialmente dos 50 aos 60 anos, contempla funcionários das instituições de ensino, incluindo professores, orientadores, diretores, coordenadores, técnicos, assistentes administrativos, cozinheiros, auxiliares de serviços gerais, porteiros como também outros profissionais do apoio escolar que exerçam suas funções em unidades de todos os níveis e modalidades. “A Prefeitura de Resende continua agindo para atingir o meio termo e proteger a qualidade do ensino, bem como a saúde física e emocional dos envolvidos na educação. A nota técnica do Governo do Estado reforça a importância da postura adotada até aqui”, disse a secretária Rosa Frech.

error: Conteúdo protegido !