Projeto Margarida leva prevenção e cuidado a mulheres gratuitamente

0

RESENDE

Como forma de promover a conscientização sobre o câncer de mama e ressaltar a importância do diagnóstico precoce, a Igreja do Evangelho Quadrangular fundou o Projeto ‘Margarida’, que ao longo do ano percorre todo o Brasil. A iniciativa é uma forma de promover a conscientização sobre a doença percorreu a região Sul Fluminense.

Margarida é um ônibus equipado com mamógrafo de última geração e aparelho de eletrocardiograma atende diversos estados, cidades e regiões mais carentes, tudo de forma gratuita.

A triagem para a realização dos exames foi feita através das igrejas locais, em cada bairro e cidade, a prioridade foi atender a mulheres acima de 40 anos, que nunca tinham feito o exame, ou já havia mais de dois anos que realizou o procedimento.

Segundo a organizadora do projeto na região, a pastora Adriana Santos, a iniciativa é primordial para as comunidades. “A igreja do Evangelho Quadrangular se sente grata a Deus por poder proporcionar esse acolhimento àquelas que mais precisam; e muitas das vezes não tem a quem recorrer. Acrescentando que para agilizar o encaminhamento todas as mulheres que foram atendidas já receberam as radiografias, e receberão o laudo em no máximo 20 dias após a realização do exame”, citou a pastora.

Numa jornada pelo interior do Estado do Rio, o Sul Fluminense, já recebeu o projeto em diversas cidades, entre elas Volta Redonda, Barra Mansa, Porto Real, Resende e Itatiaia. Mais de 200 exames de mamografia, e cerca de 200 exames de eletrocardiograma foram realizados nas igrejas e cidades por onde passou o ônibus e sua equipe. No período de nove dias de ações, centenas de pessoas entre homens e mulheres receberam os cuidados necessários para prevenção à saúde, já que foram realizados também exames de eletrocardiograma e aferições de pressão arterial e glicemia.

O mês de outubro foi diferente para Eliane Gomes Santana, 44 anos que é moradora do bairro Morada do Contorno, em Resende. Ela aguardava ansiosamente para realizar, pela primeira vez, o exame de mamografia, pois com caso de câncer na família, tem ciência da importância da realização do exame para a prevenção.  “Foi um alívio muito grande, poder realizar esse exame, estou muito feliz”, declarou a resendense.