Projeto de professores da Estácio Resende ganha prêmio nacional

0

RESENDE
Um projeto sobre biodiesel dos professores de Engenharia da Estácio Resende, Sérgio Amaral e  Eloisa Parkutz foi o vencedor do XIII Prêmio Associação Brasileira de Engenharia Automotiva de Meio Ambiente, na categoria Responsabilidade Ambiental. O troféu foi entregue durante cerimônia realizada em São Paulo.

Um capítulo técnico do estudo, ligado à redução de performance de separação de água e de vida dos injetores foi inscrito para disputar premiação no Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva (SIMEA 2019), com resultado previsto para agosto deste ano.

O título do estudo foi ‘Aumento de descarte de pré-filtro separadores água/óleo diesel gerados pelo aumento da porcentagem do biodiesel’, que além dos docentes da Estácio, teve autoria de Alan Bonel, Lucio Araújo, Marcio José Cirino, Marcos Marcondes e Thiago Nogueira. O projeto tem como principal objetivo a inclusão do descarte dos filtros separadores água/óleo diesel na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

De acordo com a professora Eloisa Parkutz, a tendência de aumento da porcentagem da mistura de biodiesel no petrodiesel é uma realidade e essa condição traz benefícios econômicos e sociais para o país. “Isso proporciona o aumento da geração de empregos, aumento da renda per capta, aumento de arrecadação dos municípios, possibilidade de melhoria dos setores de saúde, educação, segurança e da qualidade de vida dos habitantes”, explica.

Além disso, a professora explica que outros setores como transporte, processamento e produção e biodiesel também se beneficiam com empregos diretos e indiretos, mas é necessário incluir na Política Nacional de Resíduos Sólidos a obrigatoriedade de controle de descarte desses filtros para coibir o descarte incorreto desse produto, possibilitando contaminação do solo e das águas.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !