Projeto de lei prevê atendimento rápido para idosos em bancos e casas lotéricas

0

SUL FLUMINENSE
Idosos, acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, terão um atendimento acelerado em bancos e casas lotéricas enquanto durar a pandemia. Esse é um projeto de lei, de autoria do deputado estadual Marcelo Borges da Silva, o Marcelo Cabeleireiro, já aprovado pela Alerj. Essa parcela da população deverá ser atendida em, no máximo, 30 minutos e ao procurarem os gerentes de contas deverão receber senhas destinadas só para idosos, inclusive diferentes das senhas que já são preferenciais. A medida seguirá para sanção ou veto do governador Wilson Witzel.
Segundo o projeto de lei, os bancos que realizarem pagamento salarial dos idosos também deverão adotar medidas que evitem filas e aglomerações, segundo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). “Muitos idosos vivem sozinhos, têm dificuldades para utilizar caixas eletrônicos e não sabem fazer transações via internet. São eles os que mais necessitam de atendimento presencial. É importante que se saírem, gastem o menor tempo possível para realizar suas tarefas essenciais”, justificou o deputado.
Caso haja o descumprimento da norma, haverá aplicação de multa de aproximadamente R$ 71 mil que será revertida para o Fundo Especial de Apoio à Programas de Proteção e Defesa do Consumidor (Feprocon), aplicada em dobro no caso de reincidência. Esses estabelecimentos também poderão sofrer sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC).
FISCALIZANDO OBRAS
Nesta sexta-feira, o deputado estadual esteve em Barra Mansa, visitando as obras de melhorias em infraestrutura nos bairros Ano Bom e Vila Nova. Representantes da prefeitura, líderes comunitários e o prefeito Rodrigo Drable acompanharam o parlamentar. A primeira obra a ser visitada foi a implantação do novo sistema de drenagem na Avenida Presidente Kennedy, no Ano Bom, que visa acabar com os alagamentos que ocorrem na região. O serviço acontece em duas etapas, sendo a primeira da altura do Ilha Clube até a Praça das Nações Unidas e a segunda em direção a Vila Orlandélia. Ao todo, serão 100 metros de sistema, com a implantação de 67 manilhas. Após, o grupo seguiu para o asfaltamento da Rua Tancredo Rodrigues de Paula, na localidade da Água Comprida, no bairro Vila Nova. As obras seguem por 810 metros da via, atendendo uma demanda antiga da população.

error: Conteúdo protegido !