Programa Startup Rio prorroga inscrições até 31 de março

0

SUL FLUMINENSE

O Programa Startup Rio 2020 – Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio de Janeiro aumentou de três para 10 o número de cidades alcançadas pelo edital. Nesta edição, serão selecionados até 240 propostas e os proponentes poderão selecionar como local de execução o Rio de Janeiro, Petrópolis, Barra Mansa, Macaé, Paracambi, Engenheiro Paulo de Frontin, Campos dos Goytacazes, Mangaratiba, Mesquita, e Nova Iguaçu.

São R$ 6 milhões para investimentos nas suas diferentes etapas e o prazo para recebimento das inscrições foi prorrogado até o dia 31 de março. “Esta edição do Startup Rio permitirá o fortalecimento de ações nos locais onde já existem mecanismos promotores de negócios inovadores e, ao mesmo tempo, a chegada de ações no campo da inovação e empreendedorismo, em parceria com as Instituições locais, nos municípios em que em que estes mecanismos são mais escassos ou até inexistentes”, disse Jerson Silva, presidente da Faperj.

O Programa Startup Rio visa incentivar, estimular, apoiar e promover iniciativas que versem sobre a temática da Difusão do Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital. Os projetos submetidos deverão propor o desenvolvimento de modelo de negócios inovador ou produtos, serviços ou processos inovadores nos seguintes segmentos: Serviços de Internet, Aplicativos para Internet, Tecnologias Sustentáveis, Jogos Eletrônicos e Aplicações da Tecnologia Digital em geral, apoiados no uso de tecnologias habilitadoras como Tecnologia de Registro Distribuído (DLT), inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT) e Realidade estendida (XR).

O tempo total de execução dos projetos será de oito meses, dividido em três fases. Nos primeiros três meses, os selecionados participam do programa Avançado de Formação Empreendedora (PAFE), composto de treinamentos, consultorias, atividades de nivelamento, técnicas de gestão, validação da ideia e elaboração do plano de negócios. Nas duas fases seguintes, com duração de dois e três meses, respectivamente, os selecionados receberão verba de até R$ 60 mil cada, dividida em duas parcelas de, respectivamente, R$ 20 mil e R$ 40 mil, e terão acesso a mentoria, desenvolvimento de produto, técnicas de vendas e de gestão e construção de produto mínimo viável.

O prazo para submissão de propostas, que terminava em 14 de fevereiro, foi prorrogado e agora vai até 31 de março. A execução do programa terá início na primeira quinzena de julho.

O edital consta no link https://bit.ly/36AJY5P.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !