Programa Investe Turismo vai fomentar a visitação na Costa Verde

0

COSTA VERDE

As cidades de Angra dos Reis e Paraty, recém-reconhecidas com o título de Patrimônio Cultural e Natural Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), serão atendidas pelo Programa Investe Turismo. O convênio, firmado entre o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae Rio), Ministério do Turismo e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), visa fomentar ao setor, com ampliação do fluxo turístico internacional.

A expectativa é que ocorra a convergência de ações e investimentos para acelerar o desenvolvimento social e econômico de Paraty e Ilha Grande, em Angra dos Reis. Segundo o Sebrae, os eventos de lançamento acontecerão na próxima semana, dia 16, às 14 horas, na Casa da Cultura de Paraty, situada à Rua Dona Geralda, nº 194, no Centro Histórico. E no dia 17, às 10 horas, o lançamento será no Centro de Estudos Ambientais de Angra dos Reis, localizado na Avenida Prefeito Jair Toscano de Brito, Praia da Chácara.

A Ilha Grande, em Angra dos Reis, foi reconhecida pela Unesco – Foto: Wagner Gusmão-PMAR

O Programa Investe Turismo pretende estimular a competitividade e a inovação, fortalecer às micro e pequenas empresas, fomentar a geração de empregos, renda e inclusão social, além de provocar a transformação em destinos turísticos, com a convergência de investimentos públicos e privados, tendo como pano de fundo a estratégia de Destinos Turísticos Inteligentes: governança, tecnologia, experiência e sustentabilidade.  Para isso, o Sebrae Rio investirá em ações sustentáveis, análises de mercados, estudos de viabilidade e educação empreendedora, para aumentar a competitividade e a representatividade dos pequenos negócios nos mercados internacionais e nacionais.

Paraty receberá incentivos através da parceria entre Sebrae, Embratur e Ministério do Turismo – Foto: Divulgação

Entre as ações estão a ocupação criativa de espaços públicos (Urban Hackings); a realização de desafios tecnológicos (hackathons); a elaboração de novos produtos e roteiros; a promoção em feiras e eventos; a participação em rodadas de negócios; o fortalecimento da governança e acesso a crédito (Prodetur e Fungetur). Para a coordenadora do Sebrae na região da Costa Verde, Patrícia Rocha, a ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística na região. “A iniciativa vai trazer para Costa Verde ações, capacitações, inovação e melhoria de serviços, unindo o setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade dos nossos destinos turísticos”, informa.

No Estado do Rio de Janeiro, além da Costa Verde, o programa contemplará as regiões da Costa do Sol, Serra Verde Imperial e Metropolitana, nas cidades de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, Saquarema e Teresópolis.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !