Primeiro dia de mutirão oftalmológico atende quase 50 pessoas em B

0

BARRA MANSA
Com a finalidade de zerar a fila de espera, a prefeitura deu início nesta sexta-feira, dia 20, a um mutirão de consultas oftalmológicas para atender as demandas oriundas das Unidades Básicas de Saúde do município. A ação, que teve caráter experimental, foi realizada no Centro de Especialidades Médicas, situado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e atendeu 46 pacientes.

O atendimento vai ser realizado por região e hoje contemplou moradores do distrito Nossa Senhora de Amparo. A equipe responsável pelos atendimentos é composta por cinco especialistas e tem a coordenação do oftalmologista Álvaro Salles. Ele explicou que a ação tem como principal objetivo zerar a fila de espera pelos atendimentos e em contrapartida evitar que a população sofra com problemas mais graves, como a cegueira por exemplo. “A maioria dos atendimentos que tivemos hoje se tratava de doenças como catarata, retinopatia diabética, que é uma das complicações da diabetes e o glaucoma. O nosso objetivo é zerar essa fila de espera, a qual estimamos ser em torno de seis mil pessoas. Teve pessoas que atendemos que estava há mais ou menos quatro anos na fila aguardando atendimento”, disse Salles, lembrando que a demora no atendimento pode agravar doenças e até causar a cegueira.
“Estamos realizando essa ação justamente para evitar essas situações extremas. Hoje foi mais um projeto piloto, mas a partir do dia 28 faremos atendimentos aos sábados e nossa estimativa é atender 200 pessoas a cada dia, o que deve durar seis meses”, comentou o oftalmologista.

CARÊNCIA DE ESPECIALISTAS
De acordo com o secretário de Saúde, Sérgio Gomes, o acúmulo de aproximadamente seis mil consultas oftalmológicas é decorrente da carência de especialistas da área na rede pública. “Estamos reestruturando o setor e contratamos, em regime de chamamento público, médicos oftalmologistas, que estarão focados na prevenção e recuperação da saúde ocular da população”, explicou Gomes, ressaltando que o mutirão atenderá todos os pedidos de consultas acumulados. Somente após esta etapa, serão agendadas novas consultas.

Ele ainda destacou que durante o atendimento, caso fosse constatada a necessidade de procedimentos de média e alta complexidade, como mapeamento de retina, cirurgia de catarata e laserterapia, foram realizados cadastramentos no sistema do Sistema Único de Saúde (SUS) e encaminhamentos para tratamento na rede credenciada no próprio município. “Caso o município não tivesse prestador de serviços para determinado tipo de atendimento, o paciente foi encaminhado para o Centro de Referência de Niterói, com suporte de transporte gratuito oferecido pela própria Secretaria de Saúde”, completou o secretário.

As situações que necessitavam de procedimentos cirúrgicos foram encaminhadas para a Santa Casa do município. A perspectiva é de que a maior parte das cirurgias seja efetuada na unidade médica. O secretário acredita que a partir do mutirão será possível traçar um perfil da saúde oftalmológica de Barra Mansa.

O prefeito Rodrigo Drable (MDB) parabenizou o secretário de Saúde Sérgio Gomes e toda equipe pela dedicação e esforço para que o mutirão se tornasse realidade. “Esse trabalho vai resolver o problema de boa parte da população e é uma demonstração do carinho e a preocupação de a cada dia fazer mais e melhor para a saúde barra-mansense”, afirmou.

MUTIRÃO NO DIA 28
No próximo sábado, dia 28, a ação atenderá os moradores da Região Leste, especialmente dos bairros Paraíso de Cima, Paraíso de Baixo e Boa Vista II. Agentes de saúde estão entrando em contato com os pacientes para avisar sobre a consulta. Qualquer dúvida, os moradores dessas localidades devem procurar a unidade de saúde mais próxima da residência.