Primeira edição do Mutirão de Empregos de Volta Redonda terá participação da CDL-VR

0

A primeira edição do Mutirão de Empregos de Volta Redonda, que irá acontecer nesta quarta-feira, 1º de maio, no Dia do Trabalhador, vai contar com a participação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-VR). Um estande da Central de Empregos estará na Ilha São João, entre as 8 às 17 horas, para atender o público durante a ação do Governo Municipal. Segundo os organizadores, serão disponibilizadas mais de 1.500 vagas de emprego para a população.

Durante o evento, a CDL-VR, por meio da Central de Empregos, vai divulgar vagas disponíveis no comércio de bens e serviços, fazendo também o cadastrado de candidatos para essas oportunidades durante o Mutirão de Empregos. Para se cadastrar, o candidato deverá levar cópias da Identidade, CPF e um currículo atualizado.

SETOR DE RH NO MUTIRÃO

Vale ressaltar que a Prefeitura de Volta Redonda irá disponibilizar um setor de RH que fará uma triagem dos candidatos e, de acordo com o perfil, ele será encaminhado para o estande da empresa que está disponibilizando a vaga. Uma psicóloga da Central de Empregos, vai realizar a entrevista na hora e, caso a pessoa se encaixe na solicitação do empregador, será encaminhada para a empresa.

Segundo informou o presidente da CDL-VR, Gilson de Castro, o objetivo do Mutirão de Empregos é estimular a empregabilidade e o desenvolvimento de carreira, fomentando a aproximação entre as empresas e os trabalhadores, segundo a prefeitura. Disse ainda que o evento vai ajudar a identificar as oportunidades e as necessidades de cada segmento como qualificação profissional e em geral o desenvolvimento de competências, através de oficinas que serão desenvolvidas por empresas e pela prefeitura.

UNIR A NECESSIDADE DAS EMPRESAS

Gilson destacou ainda que a iniciativa da prefeitura vem unir a necessidade das empresas em ter em um só lugar, diversos candidatos às vagas disponíveis e também a oportunidade para quem está em busca de uma colocação no mercado de trabalho. “Para as empresas é bom, porque vai poder ampliar seu banco de currículos num único dia e descobrir profissionais em potencial para ocupar a vaga existente”, declarou. Ressaltou ainda que para o trabalhador, facilita a entrega dos currículos e o cadastro, porque terá apenas um deslocamento, uma vez que muitas empresas estão participando. “A proposta é bem interessante e achamos importante participar”, concluiu o presidente.

error: Conteúdo protegido !