PRF prende foragidos da justiça em Porto Real e Piraí

0

PORTO REAL/ PIRAÍ

A Polícia Rodoviária Federal prendeu no sábado, dia 17, e hoje dois foragidos da justiça na região.

Hoje, por volta das 4h40min, os agentes foram acionados devido a um acidente no km 222 da Rodovia Presidente Dutra, sentido São Paulo, em Piraí. A batida envolveu um veículo Toyota/Corolla, e seu condutor fugiu do local do acidente.  Através de consulta de documento encontrado, constatou-se haver mandado de prisão em aberto em desfavor do condutor.

Os policiais conseguiram localizar o mesmo na Serra das Araras (subida), sendo dada voz da prisão. Retornando ao local do acidente, os agentes observaram no carro que os itens de identificação, como a numeração do chassi, estavam todos adulterados, não sendo possível a identificação do veículo original. Devido aos indícios de adulteração foi imputada a culpa, também, ao indivíduo preso, já que o mesmo estava de posse do veículo que se acidentou.

A ocorrência foi encaminhada para a 94ª Delegacia de Polícia de Piraí.

SEGUNDO CASO

O segundo caso aconteceu na noite de sábado, por volta das 23h55min. A equipe da PRF da 7ª Delegacia realizava fiscalização de combate à criminalidade na pista do retorno no km 293, próximo à Estrada de Bulhões, com o objetivo de prevenir e reprimir possíveis assaltos que estavam ocorrendo naquele local.

Os policiais abordaram um veículo Ford/Fiesta Sedan, emplacado em São Paulo, tendo dois ocupantes (o condutor de 22 anos e o passageiro de 33 anos). Ao realizar a fiscalização foi verificado que nenhum dos dois indivíduos possuía Carteira Nacional de Habilitação; foi realizada busca pessoal e no interior do veículo, nenhum ilícito encontrado; feita inspeção veicular no automóvel e nenhuma irregularidade encontrada no mesmo.

O condutor de 22 anos disse que o veículo pertencia a sua esposa, mas, o documento do carro estava em nome de uma terceira pessoa. Durante consultas aos sistemas foi verificado que o condutor tinha passagens por porte ilegal de armas e roubo, artigo 157, o que foi confirmado pelo mesmo, que inclusive disse que quando era menor teria um processo por homicídio. Realizando consulta mais aprofundada foi verificado que no TJES (Tribunal de Justiça do Espírito Santo) havia um mandado expedido em 09/02/2018 para o referido condutor pelo crime de roubo de veículos, tendo sido condenado a quatro anos e 10 dias.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao suspeito e a ocorrência foi encaminhada para a 100ª DP de Porto Real.

O veículo foi recolhido ao pátio do Posto PRF de Floriano para ser retirado pelo proprietário.