Presidente do Sesc e Senac visita região e anuncia retomada de ações e investimentos

1

SUL FLUMINENSE

Em agenda organizada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Barra Mansa, Quatis e Rio Claro (Sicomércio), o interventor do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Luiz Gastão Bittencourt esteve nesta terça-feira em Barra Mansa e Resende visando as instalações das unidades. E já veio com novidades e anúncios de investimentos. Em Barra Mansa visitou, acompanhado do prefeito Rodrigo Drable (MDB), as instalações do antigo Restaurante Popular, onde será a analisado que pode ser feito no local.  Claro e conciso em sua fala, Gastão frisou que o Sesc/Senat irão retomar com as suas funções originais, exercendo a finalidade para que foram de fato criados. A visita de Gastão terminou na sede do A VOZ DA CIDADE, para uma entrevista exclusiva.

Em visita ao jornal A Voz da Cidade – Fábio Guimas

Luiz Gastão Bittencourt tem 55 anos e foi nomeado administrador temporário dessas duas instituições em dezembro de 2017. Em março foi nomeado interventor pela Justiça por um ano. Em todo o estado, disse que verificou um abandono das unidades do Sesc e Senac. Na região existem unidades do Senac em Resende, Barra Mansa, Angra dos Reis, Barra do Piraí, Paraíba do Sul e Miguel Pereira. Já as unidades do Sesc estão em Barra Mansa e Três Rios.

Acompanhando a comitiva de Luiz Gastão Bittencourt estava a diretora regional do Senac, Ana Cláudia Martins, e a diretora do Sesc no estado, Regina Pinho. De representantes do Sicomércio de Barra Mansa estavam o presidente, Alberto dos Santos Pinto e os diretores Bruno Marini e Rilmo Vieira, além do presidente da Fecomércio-RJ, Antonio Florêncio de Queiroz Junior.

Em Barra Mansa, a visita foi nas unidades do Senac e do Sesc, em seguida aconteceu o encontro Perspectivas e Oportunidades para a Região do Médio Paraíba, no Espaço M, no bairro Ano Bom. Lá, falou sobre o planejamento para ações na região. Contou que está visitando as unidades do estado e tem visto com tristeza algumas unidades do Sesc, por exemplo, como a de Barra Mansa, uma das mais bonitas que já esteve. “Já iniciamos reformas no teatro, colocação de cobertura nas quadras, além de reformulação da área de comedoria. O Senac de Barra Mansa é muito tímido e estamos buscando a possibilidade de termos uma nova unidade, que possa ter os cursos vocacionados, com as principais demandas da região e ainda ampliando a oferta”, disse Luiz Gastão, completando que essa nova definição busca oferecer empregabilidade. Dentre os cursos que podem ser oferecidos estão os voltados para turismo, como hotelaria e guias, além de gastronomia, moda, cursos técnicos de ótica, e outros para a área de comércio e serviços. Ele frisou que a necessidade de ampliação é urgente.

Durante visita ao Sesc de Barra Mansa – Fábio Guimas

Ao A VOZ DA CIDADE, Luiz Gastão informou sobre um planejamento de cinco anos que está sendo feito para todo o estado para criação de 20 novas unidades do Sesc, distribuídas em três tipos – pequenas, médias e grandes. Para a região, possibilidades para ser instalada em Volta Redonda, Paraty, Angra dos Reis, Barra do Piraí e Resende.

Sobre o Sesc de Barra Mansa, além de melhorias anunciadas informou a retomada do Sesc Blues Jazz, que acontecia no município. Além disso, informou que as unidades estão com uma autonomia para reestruturar e organizar as ações e atividades, de acordo com as necessidades de cada local.

O presidente do Sicomércio, Alberto dos Santos Pinto, agradeceu a presença de Gastão na região e lembrou que a entidade fez um projeto pedindo as melhorias anunciadas por ele ontem, assim como uma nova unidade do Senac em Barra Mansa. “Tenho fama de pidão, mas não peço por mim, mas sim pelo sindicato, para nossa cidade. Baseado nisso me veio a ideia de fazer um projeto e levar ao presidente interino pedindo algumas coisas, inclusive um Senac a altura, porque o município merece”, contou Alberto.

Uma nova unidade do Senac em Barra Mansa está sendo pensada – Fábio Guimas

Sesc/Senac pode fazer parceria com prefeitura

Luiz Gastão em visita ao antigo Restaurante Popular – Fábio Guimas

Pela manhã, o interventor do Sesc e Senat, Luiz Gastão Bittencourt visitou o antigo Restaurante Popular de Barra Mansa, acompanhado pelo prefeito Rodrigo Drable. A intenção inicial é formalizar uma parceria c visando a ocupação do local. O prefeito explicou que antes a possibilidade era instalar uma Companhia da Polícia Militar, mas com a intervenção no estado, o diálogo foi suspenso. “Penso que não podemos perder o uso desse imóvel que pode proporcionar melhorias para a população. A aproximação com o Gastão seria para termos aqui um Restaurante Escola, ou alguma unidade do Senac. É algo que pode gerar oportunidades”, disse o prefeito.

Já Gastão declarou que uma avaliação será feita pelos técnicos, mas não descartou uma parceria com a prefeitura tanto para um novo espaço para o Senac, que pode ser no antigo Restaurante Popular, ou para um projeto dentro do local.

O Restaurante Escola do Senac é um espaço que oferece oportunidade de capacitação em ocupações ligadas ao setor turístico, como serviços de restaurante e cozinheiro, contribuindo para a qualificação de inúmeros profissionais.

O diretor do Sicomércio, Bruno Marini, que acompanhou a visita, lembrou que o pedido da utilização do Restaurante Popular como Restaurante Escola é um pedido da entidade, uma ideia sua de um ano atrás que já tinha sido enviada a outra diretoria “Fiz essa proposta ao antigo presidente para um Restaurante Escola voltado para atender os profissionais de hotelaria e gastronomia do Sul Fluminense. Agora, o novo presidente com muita atenção esteve na nossa cidade para avaliar a ideia”, contou.

Anúncios em Resende motivam presentes

Em Resende durante encontro com empresários e representantes de entidades- Idelfonso Pinheiro

Em Resende, o empresário graduado em Gestão Comercial, foi recepcionado pela diretora do Senac, Andréa Naves, com um café da manhã, na sede do Senac, no Jardim Jalisco. O evento contou com a participação de empresários e representantes de entidades do setor de comércio e serviços. Estiveram no encontro os representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Resende e Itatiaia, a Subseção da OAB Resende, a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Resende, o Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro e o Sicomércio de Resende e Itatiaia. Também prestigiaram o evento o representante do Sistema Fecomércio RJ, Antonio Florêncio de Queiroz Junior e a coordenadora regional do Sebrae, Ana Lúcia de Araújo Lima.

A diretora do Senac Resende, Andréa Naves, exaltou a presença do gestor da rede Sesc/Senac.  O presidente Luiz Gastão Bittencourt anunciou para Resende e região o projeto de reformulação da rede pedagógica integrando o Senac Rio ao modelo nacional de ensino. Além disso, a unidade Resende pode contar com novos cursos, elaborados a partir do perfil vocacional das atividades locais como indústria, comércio e turismo. Segundo Bittencourt, a reformulação da rede pedagógica é o grande destaque de sua gestão, que em cinco meses já assegura índices de superávit financeiro projetando a reformulação da rede Sesc/Senac em todo o território fluminense. “A gestão do Sesc/Senac no Rio de Janeiro estava desassociada do conjunto nacional. O Rio vinha desassociado e se um aluno de outro estado mudar para o Rio não terá a sequencia de formação como ocorre em toda a rede nacional. Por isso, já anuncio que a unidade Resende, assim como as demais, vai sofrer a reformulação do seu modelo pedagógico. É preciso fazer o Senac do Rio de Janeiro se reenquadrar no cenário nacional”, disse Bittencourt, citando a importância da vocação regional na formação e qualificação da mão de obra. “É preciso levar às unidades do estado os cursos de acordo com a vocação regional. Temos a proposta, a meta de fazer com que todas as unidades estejam conscientes disso, focadas com o desenvolvimento local”, argumenta.

REDE SESC

Durante a atividade com os empresários de Resende, Luiz Gastão Bittencourt informou que o município pode contar com uma unidade do Sesc. Projetos neste sentido são analisados em parceria com o governo local e poderão fortalecer ainda mais o setor de comércio. A meta geral para todo o Rio de Janeiro é criar 20 novas unidades e ampliar o quadro de associados. “Sobre o Sesc pretendemos fortalecer a unidade, criar 20 novas unidades, quem sabe incluindo Resende. O Sesc atende atualmente cerca de 6% dos comerciários do estado e pretendemos ampliar para 30%, passando de 1 milhão até o próximo ano. Temos propostas para criar o cartão empresário, interagir mais com entidades do comércio. Os encontros auxiliam nosso fortalecimento”, disse Bittencourt.

O presidente do Sicomércio Resende e Itatiaia, André Amendola, participou do encontro e reforçou a importância da capacitação profissional para a melhoria do cenário econômico. Ele se predispôs a auxiliar no que for preciso, inclusive na busca de parcerias para a criação de novos centros educacionais como o Sesc, que hoje ainda não possui polos nos municípios de Resende e Itatiaia.

 

 

134 linhas

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !