Prefeitura realiza processo de sanitização no Hospital Municipal em Porto Real

0

PORTO REAL

Com a colaboração da franquia de Empresa Maria Brasileira, que fez a doação do serviço, com pessoal, produto e equipamentos, a prefeitura realizou no último sábado, 15, um processo de sanitização no Hospital Geral Municipal São Francisco de Assis.  A desinfecção da unidade hospitalar foi feita para combate e prevenção a Covid-19.

Segundo um dos sócios proprietários da empresa, Flávio Medeiros a doação foi feita após reuniões com o prefeito Alexandre Serfiotis. “Como instalamos uma sede da franquia da Maria Brasileira em Porto Real, cidade que nos acolheu com carinho, decidimos fazer a doação deste processo de sanitização”, destacou Flávio, explicando que se trata de uma desinfecção de ambiente, permanecendo ativo entre 15 e 30 dias e auxiliando em 99% no combate de vírus e bactérias, inclusive da Covid-19.

Ernesto Rodrigues Filho, outro sócio-proprietário da empresa explicou que o serviço de sanitização com a utilização do produto Mirax S é de alta tecnologia no combate ao vírus da Covid-19 e de outros vírus e bactérias. “Fizemos com prazer essa doação para o município de Porto Real, pois um dos objetivos da nossa empresa é auxiliar não só na geração de emprego e renda, mas também na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, frisou.

O prefeito Alexandre Serfiotis agradeceu a doação feita pela empresa e destacou que o município segue firme no combate a Covid-19, com diversas ações e com a vacinação que avança a cada dia. “É bom estabelecer parcerias de colaboração como esta que recebemos da Maria Brasileira, que além do apoio é certamente mais um auxílio na geração de empregos na região Sul Fluminense”, disse Alexandre.

O diretor do Hospital Municipal, Fábio Silva, recepcionou o pessoal da empresa e acompanhou todo o serviço. “Agradecemos a colaboração da empresa, pois esse trabalho de sanitização é muito importante no auxílio ao combate à pandemia, oferecendo mais segurança às pessoas que precisam de atendimentos médicos”, salientou Fábio.

error: Conteúdo protegido !