Prefeitura distribui gratuitamente vacina contra a Febre Aftosa em Porto Real

0

PORTO REAL

A Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa está sendo realizada o município. A vacinação acontece até o final do mês para bovinos e bubalinos com idade até dois anos. Já em novembro, acontece a vacinação de todo o rebanho contra a aftosa e também contra a raiva animal.

Segundo a veterinária Patrícia Célia da Rocha Vianna, houve uma inversão no calendário devido a pandemia da Covid-19 que causou atraso na entrega dos lotes de vacinas, não só no município como em todo o Estado do Rio de Janeiro. Ela explica que os produtores rurais que ainda não estão cadastrados para a retirada as doses necessárias para a imunização do rebanho podem se dirigir à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Agricultura, Pecuária e Abastecimento para fazer o cadastro. “Pedimos que ao vir retirar as doses, o produtor traga um isopor com gelo, pois é primordial manter a vacina a temperatura baixa de 2 a 8 graus. Assim não haverá comprometimento na qualidade e eficácia da vacina”, disse Patrícia. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, das 10 horas ao meio dia e das 13 às 15 horas. O produtor rural que ainda não for cadastrado deve levar cópias da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência para receber gratuitamente as doses.

O Secretário de Desenvolvimento Rural, Anderson Martins Florentino lembrou que no ano passado a prefeitura foi homenageada pelo Governo do Estado por ter atingido 100% de vacinação contra a febre aftosa. “É de extrema importância a imunização para garantir um rebanho saudável. Vale lembrar que a distribuição das vacinas para os produtores rurais é gratuita e caso haja alguma dúvida o produtor pode se dirigir à Secretaria”, disse o secretário.

A produtora rural, Sirlei Zacarias, que tem seu rebanho em uma propriedade no Tecnopolo, recebeu as doses necessárias para a imunização. “Sempre segui a campanha e nunca tive problemas de aftosa com o rebanho. Aconselho todos os produtores a vacinarem o gado para evitar esta doença que mata os animai e causa prejuízos a todos”, comentou produtora.

O prefeito Alexandre Serfiotis disse que é essencial os produtores não deixarem de vacinar o rebanho contra a Febre Aftosa. “O Município está fazendo a parte dele de ofertar gratuitamente a vacina contra a Febre Aftosa e os produtores devem fazer a sua parte, vacinando o rebanho. Só assim os animais não correm o risco de serem infectados com a doença”, comentou.