Prefeitura de Barra Mansa se reúne com motoboys para apresentar elaboração de decreto de cadastramento

0

BARRA MANSA

A Prefeitura de Barra Mansa está elaborando um decreto, que determinará o cadastramento dos motoboys do município. Os detalhes do que vem sendo elaborado foi apresentado aos profissionais na última segunda-feira, dia 6. Assim que publicado, haverá um prazo de 15 dias para o cadastramento.  Na ocasião foi disponibilizado também o teste rápido da Covid-19, sendo 36 exames colhidos, sem nenhum caso positivo. O comandante da Guarda Municipal, Joel Valcir, destacou que o principal objetivo é organizar a montagem de uma associação.

Com o cadastro em dia, empreendedores que utilizam os serviços de entrega deverão contratar apenas os profissionais que estejam autorizados a praticar a função. Além disso, a prefeitura irá apresentar ao Sindicato de Bares e Restaurantes, Associação Comercial e a Câmara de Dirigentes e Lojistas (CDL), a relação dos pilotos regularizados no município.

Valcir explicou que foi proposto aos motoboys a apresentação de um pleito. “A partir disso, os profissionais serão valorizados e juntos ofereceremos segurança para a cidade inteira. Agendamos uma nova reunião que acontecerá nos próximos dias para discutir pontos importantes para a categoria”, disse.

O comandante da guarda afirmou ainda que a função de motoboy é uma atividade de extrema importância, principalmente neste período de pandemia. “Essa profissão faz parte do cotidiano da sociedade inteira. Devido à necessidade e em função de várias categorias estarem sofrendo com o desemprego por conta da pandemia, houve um aumento no número de pessoas fazendo esse serviço. Contudo, na última semana, recebemos inúmeras informações de imprudências em relação a alguns profissionais atuando de forma irregular, colocando em risco outras pessoas e desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro”, acrescentou.

Joel Valcir ainda lembrou o acidente que ocorreu no último final de semana, no qual um homem morreu após ser atropelado por um motociclista. “Uma pessoa morreu no sábado e esse foi o motivo pelo qual apertamos a fiscalização. Queremos identificar quem está utilizando a moto não apenas para entrega, mas também ocasionando baderna”, finalizou.

error: Conteúdo protegido !