Prefeito de Volta Redonda envia projetos de lei ao Legislativo para criação de rede de proteção ao animal

2

VOLTA REDONDA

O prefeito Samuca Silva (PSDB) entregou ao Legislativo em cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira, dois projetos de lei para serem votados que visam a criação de uma rede de proteção animal no município. A entrega aconteceu em frente à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), no bairro Ponte Alta, e contou com a presença do presidente da Câmara de Vereadores, Edson Quinto (PR), vereadores, representantes de entidades da sociedade civil que defendem os direitos dos animais. No mesmo dia, os projetos de lei foram encaminhados ao presidente do Legislativo para serem votados.

O primeiro projeto de lei visa a criação da Rede de Proteção e Defesa Animal e a obrigatoriedade em registro de identificação (microchip) em animais domésticos. Além de evitar o abandono animal e transmissão de doenças, a Rede também prevê fomentar ações para adoção responsável de animais abandonados.

O segundo projeto, que também será enviado ao Legislativo, autoriza a Prefeitura de Volta Redonda firmar convênio com ONGs e empresas privadas visando a defesa e o bem estar dos animais. Representantes de entidades da sociedade civil que defendem os direitos dos animais na cidade aprovaram a iniciativa.

O prefeito explicou que, a aprovação dos projetos de lei colocará Volta Redonda no mais alto patamar entre os municípios do Brasil no que diz respeito à proteção e defesa dos animais. “Nosso plano de governo fazia  a previsão da rede protetora, bem como firmar convênios com entidades para avançar em políticas públicas. Começamos a deixar o legado para nossa cidade”, garantiu o Chefe do Executivo.

Os projetos de lei definem a obrigatoriedade de chipagem de animais e autoriza o repasse de recursos de clínicas veterinárias para suporte aos protetores de animais do município.

PROJETOS HISTÓRICOS

Segundo informou o secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício Ruiz, os projetos de lei que foram apresentados ao presidente da Câmara, são históricos para quem luta e se importa com a defesa dos animais. “A secretaria recebeu no ano passado mais de 300 denúncias de maus tratos a animais. Precisamos conscientizar a população que os animais merecem respeito. Contem conosco e nós contamos com a população. Já vínhamos trabalhando há algum tempo na formulação da Política Municipal, ouvindo a sociedade civil e membros do Conselho Municipal de Proteção Animal criado em 2017 pelo prefeito Samuca Silva”, declarou o secretário, completando que colecionam o que há de mais avançado no Brasil e que permitirá a criação de uma ampla rede pública de apoio aos defensores dos animais.

Com a aprovação dos projetos, os protetores e organização passarão a ter apoio do Poder Público para prestarem uma assistência de qualidade a esses animais, o que irá reduzir muito o abandono de animais em Volta Redonda. “Estejam conosco nesse momento único, que vai colocar Volta Redonda no que há de mais avançado na luta e proteção de defesa dos animais”, citou o secretário.

O vereador e presidente da Câmara Municipal, Edson Quinto, parabenizou o prefeito e toda a equipe por esse momento que, segundo ele, é um marco para Volta Redonda. “Tantos animais abandonados, passando por situação difícil. Fico muito feliz com a chipagem, porque poderemos identificar aquelas pessoas que abandonam animais e, através disso, teremos um controle melhor dos animais. Chegando à Câmara, vamos encaminhar essa mensagem para que se torne realmente lei, para cumprir”, ressaltou Edson Quinto.

m

2 Comentários

  1. Esse Prefake PINÓQUIO tem que cuidar da saude das pessoas e nao ficar fazendo factóides para campanha de reeleição. Todos os voltaredondenses sabem que suas promessas não são cumpridas e que sua política é para os empresarios.

    FORA!