Preços da gasolina e gás de cozinha são reajustados pela Petrobras

0

Barra Mansa

Quem foi aos postos de combustíveis nesta terça-feira, dia 9, pagou mais caro pelo litro da gasolina. A Petrobras reajustou em 7,12%, e o preço de venda da gasolina A para as distribuidoras passará a ser de R$ 3,01 por litro. Segundo a estatal, o impacto no preço da gasolina vendida ao consumidor final, que tem 27% de etanol em sua composição, deverá ser de R$ 0,15 por litro. Em Barra Mansa o aumento, em média, foi de R$ 0,20.

No entanto, o valor cobrado pelos postos de combustível depende de cada varejista, uma vez que ainda são incluídos no valor as margens de lucro do comerciante e da distribuidora, além dos custos associados ao transporte.

Segundo a Petrobras, esse é o primeiro reajuste da gasolina neste ano. A última vez que a estatal havia modificado o preço do produto havia sido em 21 de outubro de 2023, quando houve redução de 4%. O último aumento ocorreu em 16 de agosto daquele ano (16%).

De acordo com a gerente de um posto de combustíveis, Sirley de Oliveira Carvalho, no estabelecimento onde ela trabalha, o aumento ainda não foi repassado. “Estamos com estoque ainda, e não temos previsão de reajuste”, diz, informando que a gasolina custa R$ 5,97, e o álcool, R$ 4,52.

Outro gerente que não pode se identificar diz, que os novos preços já foram repassados. “Na segunda-feira o movimento foi intenso, muitas pessoas completaram o tanque e puderam economizar já que o preço iria aumentar na terça. Hoje com a gasolina a R$ 6,29, o movimento está mais fraco, os clientes não reclamaram do reajuste, já que sabiam que iria acontecer”, destacou.

O lojista Paulo Ramalho diz que apesar do aumento, o preço ainda não assusta tanto. “Tivemos diversas quedas no preço, e com esse aumento, não assusta tanto quanto os R$ 9 que já custou no passado”, relembrou.

GÁS DE COZINHA

A Petrobras também anunciou aumento do preço do gás de cozinha (GLP), que subiu de R$ 3,10 por botijão de 13 quilos, o que equivale a 9,81% e passará a custar R$ 34,70 nas distribuidoras. O último ajuste no preço do gás de botijão havia sido feito em 1º de julho de 2023, quando houve queda (-3,9%). O último aumento (24,9%) havia sido feito em 11 de março de 2022.

O revendedor de gás, Antônio da Silva, informa que ainda não repassou os novos valores. “O valor em média é de R$ 89,90, ainda não repassamos, pois temos estoque. Somente na próxima compra, que provavelmente será no início da semana, é que iremos repassar o aumento”, citou.

A petroleira anunciou em maio de 2023 uma mudança em sua política de preços. Desde então, a estatal não segue mais a política de paridade internacional (PPI), que reajustava o preço dos combustíveis com base nas variações do dólar e da cotação do petróleo no exterior.

Segundo a Petrobras, a gasolina teve redução de R$ 0,17 em seus preços de venda para as distribuidoras desde então.

Já os preços do GLP, o gás de cozinha, não eram alterados desde julho de 2023, há mais de um ano. Naquela ocasião, o botijão de 13 quilos passou a custar R$ 31,66 nas distribuidoras.

 

 

 

Deixe um Comentário