Prazo para vacinação contra febre aftosa é prorrogado

0

BARRA MANSA

Em decorrência dos reflexos da greve nacional dos caminhoneiros, o Ministério da Agricultura atendeu a solicitação da secretaria estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento e prorrogou o prazo de vacinação contra a febre aftosa, que terminava no último dia 31. Agora a nova data para o encerramento da 1ª etapa anual de imunização do rebanho bovino e bubalino contra a doença é 15 de junho.

O Sindicato Rural de Barra Mansa realiza um trabalho de conscientização com os produtores rurais durante todo o ano para garantir a vacinação de 100% do rebanho de Barra Mansa, Quatis e Volta Redonda, aproximadamente 70 mil animais.  Até hoje, cerca de 29 mil foram vacinados na região. O não cumprimento da imunização prevê algumas sanções, como pagamento de multa e até interdição da propriedade.

A coordenadora do sindicato, Juliana Viana, explicou que os pecuaristas devem vacinar todos os bois e búfalos da propriedade. “Todos os animais devem ser imunizados. Depois de feita, a declaração de vacinação deve ser entregue até o dia 20 de junho no Núcleo de Defesa Agropecuária de Barra Mansa, que funciona no Parque da Cidade, no Centro”, disse Juliana, esclarecendo que a compra e a vacinação do rebanho é por conta do proprietário, inclusive com apresentação da nota fiscal.

Outras informações podem ser obtidas no Sindicato Rural, que fica localizado na Rua Maria Luiza Gonzaga, 217, no Ano Bom, em Barra Mansa; ou através do telefone (24) 3323-1139.

PREJUÍZOS CAUSADOS PELA DOENÇA

O animal que sofre com a febre aftosa perde peso; reduz a produção de leite; proibição da comercialização dos produtos de origem animal e morte. Entre os sintomas da doença estão feridas na região da boca e dos cascos; dificuldade para se alimentar, com salivação intensa e dificuldade de locomoção.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !