Portões fechados e poucas pessoas ficaram de fora no primeiro dia de provas do Enem em Barra Mansa

0

Pontualmente às 13 horas, pelo horário de Brasília, os portões foram fechados. E diferente dos últimos anos, em Barra Mansa, poucas pessoas não conseguiram entrar para a realização das provas no primeiro dia do Enem. Restando poucos minutos para o encerramento do prazo, algumas pessoas chegaram correndo, e recebendo o incentivo de um grupo da Igreja Metodista em Vila Maria, sob a coordenação da pastora Sandra Fidélis, a se apressarem para que não ficassem de fora desta etapa tão importante na vida de cada estudante. Falando um pouco sobre o trabalho do grupo, a pastora disse que é uma oportunidade de mostrar as pessoas que a Igreja apoia e reconhece todo o esforço de cada estudante. “Viemos com o objetivo de incentivar os estudantes, mostrar para eles que Deus, independente da sua religião de sua crença, Deus está sempre olhando por todos nós. Sabemos que todos eles passam por momentos difíceis de angústia e vimos trazer nossa palavra de incentivo, de carinho e de reconhecimento pelo esforço e dedicação de cada um que veio para a prova’, comentou Sandra.

“Viemos com o objetivo de incentivar os estudantes”, disse a pastora Sandra – Foto: André Matheus

Entre os estudantes que ficaram de fora, está a estudante Paloma Oliveira Souza, que é moradora do bairro Piteiras, que chegou às 13h05min de moto. Ela contou que se confundiu com o horário. “Antes de sair de casa, não conferir os horários no cartão. Achei que os portões fechariam às 13h30min, e infelizmente, mesmo vindo de moto, não deu tempo”, lamentou a estudante, já com algumas lágrimas nos olhos subindo na moto para voltar para casa mais cedo.

“Antes de sair de casa, não conferir os horários no cartão”, disse a estudante – Foto: André Matheus

Quem também ficou de fora, foi a moradora do bairro Moinho de Vento. Ela contou que chegou cedo, porém esqueceu o cartão de confirmação de inscrição. “Vim cedo para não correr o risco de ficar de fora, mas não teve jeito. Na correria esqueci-me de pegar o cartão e só me dei conta quando cheguei à sala. Corri para tentar imprimir, mas não deu tempo de retornar para o local da prova”, comentou a desolada estudante.