Por que é importante cuidar da saúde mental?

0

BARRA MANSA

Você precisa se cuidar! Quando você escuta essa frase o que te vem à mente? Preciso procurar um médico, ir ao dentista, mudar a alimentação, melhorar o visual, fazer exercícios? Essas são algumas possibilidades, mas, e os cuidados com a saúde mental, você pensaria nesta alternativa?

Para dar atenção a sua saúde mental, não é necessário que você esteja passando por um descontrole emocional ou que esteja em tratamento psicológico e/ou psiquiátrico. Afinal, cuidar da sua mente está diretamente ligado à qualidade de vida.

Se você quer entender melhor a importância dos cuidados com a mente, acompanhe o texto!

O que é a saúde mental?

Para entender o significado de saúde mental, é importante saber que este é um conceito amplo, por isso qualquer redução é problemática.

A definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que a “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade”.

Para o professor do curso de Psicologia, Pedro Augusto Cruz, “o conceito de saúde está ligado ao bem-estar e às múltiplas dimensões da nossa existência. Assim, em relação à saúde da mente, acredito que esteja relacionada ao uso sadio de nossas faculdades mentais, de modo que não se encontrem em estado de passividade e nem de sobrecarga”, explica.

Por que cuidar da saúde mental?

Já parou para pensar como a nossa existência depende da relação equilibrada entre corpo e mente? É por isso que os cuidados com a saúde mental são fundamentais para a qualidade de vida e para a prevenção de doenças.

“Cuidar do físico-psíquico se torna necessário para uma existência saudável, ativa e potente. Tanto em relação às emoções, quanto ao nosso cognitivo. Assim, é preciso compreender que os problemas existem e sempre existirão, mas que o adoecimento se apresenta quando ficamos impossibilitados de lidar com eles”, destaca o professor.

E quando, na sua rotina diária, você não consegue enfrentar as situações negativas e os sentimentos que surgem com elas, os efeitos podem ser sentidos na saúde mental, através do estresse e da ansiedade, por exemplo.

Quais atitudes contribuem para a saúde mental?

É preciso que você saiba, para manter a saúde mental equilibrada e alcançar uma boa qualidade de vida o seu esforço será diário, uma construção permanente.
Então, não tem receita pronta! Mas para  ajudar, separamos algumas dicas do professor de Psicologia, Pedro Augusto Cruz, que você pode seguir.

  •  Conheça suas possibilidades

Não seja exigente com você mesmo! Analise, com pensamento crítico, as possibilidades que tem para alcançar metas e objetivos. Saiba o que é possível ser feito e evite frustrações, não se culpe por tudo!

  • Desconstrua obstáculos

    Esteja aberto ao novo, busque desconstruir e superar as barreiras que impedem as suas relações – na família, no trabalho, nas amizades, no amor. Acredite que  você está em constante transformação e é capaz de criar novos modos de agir, pensar, amar…

  • Pratique o autocuidado

Tenha um olhar cuidadoso e atento para si mesmo: corpo, mente, emoções, autoestima, etc. Busque construir o seu bem-estar, não se prenda aos padrões da sociedade. E, não se preocupe, ninguém é feliz o tempo todo!

E, caso você acredite que a carga emocional está grande ou que não consegue cuidar da sua saúde mental sem ajuda, não se desespere! Procure a assistência de um profissional especializado, o psicólogo e o psiquiatra.

 

 

error: Conteúdo protegido !