Policiais da 93ª DP de Volta Redonda prendem suspeito de pedofilia e apreendem vasto material pornográfico  

0

VOLTA REDONDA

Durante uma operação realizada no final da noite de quinta-feira, 2, policiais civis da 93ª Delegacia de Polícia (DP), de Volta Redonda, prenderam um homem, de 50 anos. Segundo informações do delegado titular, Wellington Vieira, o suspeito vinha sendo investigado por agentes da delegacia por produção de pornografia infantil envolvendo crianças com idades entre cinco e dez anos.

O delegado informou que durante a ação, os agentes apreenderam um computador, celulares e pendrive, onde se encontrou centenas de fotografias e vídeos envolvendo crianças. Alguns dos vídeos e fotos mostram atos libidinosos entre o criminoso e crianças. Ele também utilizava calcinhas infantis e depois se masturbava e ejaculava nas roupas íntimas infantis femininas.

SUSPEITO TRABALHA COMO MOTORISTA DE APLICATIVO

Ainda de acordo com o delegado, na 93ª DP, o suspeito, que trabalha como motorista de aplicativo, confirmou os crimes e disse que é doente e tem fetiche por crianças. “Ele vai responder por crimes de produção e armazenamento de pornografia infantil e estupro de vulnerável. As penas somadas ultrapassam 20 anos. Estima-se que sejam inúmeras vítimas que podem estar espalhadas nas cidades onde o pedófilo morou a exemplo de Maricá, Itaboraí e Volta Redonda”, informou o delegado.

AS INVESTIGAÇÕES VÃO CONTINUAR

O delegado garantiu que as investigações vão continuar no bojo de outro inquérito policial com interação com demais unidades a fim de responsabilização mais abrangente do autor em possível força tarefa a ser criada. O delegado solicita que as vítimas compareçam na delegacia de Volta Redonda ou em qualquer outra para denunciar o autor. “Há possibilidade de existirem outros autores porque estamos tentando identificar grupo de e Whatsapp com diversos integrantes”, contou o delegado, ressaltando que não serão divulgados nomes das vítimas e do autor, tampouco fotos em consonância com a Lei de Abuso de Autoridade.

A respeito do material apreendido com o preso foi requerido quebra do sigilo de dados para identificar o conteúdo.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !