Polícia Civil transfere três pessoas que foram presas suspeitas de tráfico de drogas no Jardim do Sol e Surubi Velho, em Resende

0

RESENDE

A Polícia Civil transferiu, na tarde de ontem, para a Casa de Custódia de Volta Redonda, as três pessoas presas por suspeita de envolvimento com o tráfico de entorpecentes nos bairros Jardim do Sol e Surubi Velho.

Durante a prisão, em mais uma operação realizada, na última segunda-feira, para coibir o tráfico de drogas no município, agentes do 37º Batalhão da Polícia Militar (BPM) apreenderam tabletes de maconha e material para embalar entorpecentes.

No primeiro caso, os militares apreenderam, no final da tarde, um tablete pesando 639 gramas e mais 14 sacolés de maconha, duas balanças de precisão, um caderno de anotações de venda de entorpecentes, além da quantia em dinheiro de R$46,00, um celular e material para embalar drogas. Todo o material foi encontrado na casa de Welliquison Santos de Jesus, 29 anos, que foi preso pelos militares.

Com uma denúncia passada pela Sala de Operações (SOP) da PM, a unidade de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) da 1ª Companhia, foi até uma residência localizada na Rua Saturno, onde estaria ocorrendo venda de entorpecentes. “Montamos campana no local e avistando um homem com as características passadas pela Sala de Operações. Conseguimos aborda- ló e em seguida entramos em sua residência a fim de constatar a denúncia. Ao ser indagado sobre a denúncia, o suspeito negou. No entanto, durante buscas em seu quarto arrecadamos 14 sacolés de maconha, um tablete maior da mesma droga, material para embalar entorpecente, além de um caderno de anotações, a quantia de R$ 46,00 reais em espécie e um celular”, contaram os policiais.

Encaminhado para a 89ª Delegacia Legal de Polícia Civil (RESENDE), o delegado titular Marcelo Nunes Ribeiro enquadrou Welliquison por associação ao tráfico de drogas e tráfico de drogas, permanecendo preso. MAIS DROGAS APREENDIDAS NO SURUBI VELHO

No Surubi Velho, os militares apreenderam três tabletes de maconha pesando 1,987 kg, R$1.020,00, dois celulares e um Meriva prata e prenderam um homem e uma mulher-Divulgação

Já no bairro Surubi Velho, os policiais militares apreenderam uma bolsa preta contendo três tabletes de maconha totalizando 1,987 kg, a quantia em dinheiro de R$1.020,00, dois aparelhos de celular e um Meriva prata, placa KVE 5795-RJ. Na ação, foram presos Raquel Américo Dos Santos, 34 anos, residente no bairro Granja, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense e Lucas Costa da Silva, mais conhecido como “DJ”, 32 anos, morador no bairro Cidade Alegria, suspeitos de envolvimento com tráfico de entorpecentes.

A guarnição da Rádio Patrulha Setor Hotel fazia patrulhamento pela Rua Projetada quando passou próximo ao campo de futebol teve a atenção voltada pra um Meriva de cor prata. “Como sabíamos de denúncia que um Meriva prata estaria constantemente entregando drogas, no bairro Surubi Velho, fizemos a abordagem. Lucas desembarcou do carro e disse que tinha uma passageira. Demos ordem para a mulher sair do carro. Ela saiu com duas bolsas e pedimos para que ela esperasse na calçada. Enquanto fazíamos a abordagem de Lucas, a mulher tentou se desfazer de uma das bolsas. Percebemos a ação e recolhemos a bolsa e em revista encontramos três tabletes de maconha prensada”, explicaram os militares, informando ainda que Lucas confessou extraoficialmente que teria pego o material entorpecente na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona Norte do Rio de Janeiro. “O suspeito disse que seria o responsável por pegar a droga na rodoviária e levá-la até local da entrega no Surubi Velho”, completou.

A dupla foi apresentada na Delegacia, onde o foi autuada por associação ao tráfico de drogas e tráfico de drogas, permanecendo presa.

error: Conteúdo protegido !