Polícia Civil realiza operação para combater pedofilia em grupos de Whatsapp; um preso em Barra Mansa

0

Hoje, a Secretaria de Polícia Civil, por meio da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), realiza a Operação Imperium, que visa combater a pedofilia em grupos de Whatsapp. Segundo informações, as investigações identificaram grupos formados por diversas pessoas pelo Brasil, incluindo o estado do Rio de Janeiro, que compartilham (recebem e enviam) fotos e vídeos contendo pornografia infantojuvenil. As vítimas são crianças de dois a 12 anos. A ação teve reflexo no Sul Fluminense e foi confirmado um preso em Barra Mansa.

A investigação da DCAV demonstrou que o grupo, formado por homens e mulheres, tem tentáculos inclusive fora do país. Os 13 alvos desta operação de busca e apreensão estão localizados no Rio de Janeiro (Jacarepaguá, Campo Grande e Andaraí), Itaguaí, Miracema, Campos dos Goytacazes, Araruama, Silva Jardim, Barra Mansa, Nova Iguaçu e São Gonçalo.

O A VOZ DA CIDADE fez contato com o delegado titular da 90ª Delegacia de Polícia (DP) de Barra Mansa, Ronaldo Aparecido de Brito, que confirmou uma prisão na cidade. Ele explicou que a Polícia Civil de Barra Mansa acompanhou a prisão, dando apoio a equipe do Decav. Questionado sobre o bairro onde o suspeito foi detido e se ele se encontra encarcerado na sede da 90ª DP, a autoridade não confirmou as questões levantadas até a publicação desta reportagem.

A operação é coordenada pelo titular da DCAV, delegado Adilson Palácio, e pela delegada assistente Cristiane Aguiar, com apoio de unidades do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB), Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI) e Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE).

O A VOZ DA CIDADE acompanha o caso e trará mais informações ao longo do dia.