Suspeito da morte do servidor da Prefeitura de Resende é preso no interior de São Paulo

0

RESENDE

Agentes da 89ª Delegacia de Polícia (DP) coordenador pelo delegado titular, Michel Floroschk, prenderam na noite de quarta-feira, dia 23, um homem de 36 anos. Ele é suspeito de ter matado a facadas o servidor municipal, André Luís Guedes, 47 anos. O motorista da Prefeitura de Resende estava desaparecido desde a manhã de quarta-feira, dia 16, quando saiu de casa, em um condomínio localizado no bairro Jardim Jalisco e não foi mais visto.

O suspeito foi preso em São José do Barreiro, município do interior paulista que faz divisa com o Rio de Janeiro. Segundo o delegado Michel Floroschk, ele confessou o crime. “O suspeito disse que teria comentado com a vítima sobre o tráfico de drogas no bairro onde mora. A vítima teria passado a informação para policiais militares. Segundo ele, o vazamento desta notícia estaria colocando sua vida em risco”, informou Floroschk, ressaltando que André Luís teria sido morto a facadas, como foi constatado pela perícia.

Floroschk disse ainda que no dia do crime, o homem foi visto com o servidor. “Após ser informado o desaparecimento da vítima, o suspeito negou conhecer o servidor e, em seguida saiu da cidade”, comentou.

A prisão temporária de 30 dias foi decretada pela juíza da 1ª Vara Criminal de Resende, Ludmila Vanessa Lins da Silva.

Corpo de cadetes desfilou em continência ao presidente Bolsonaro-Álbum de Família

ENTENDA O CASO

O servidor da Prefeitura de Resende estava desaparecido desde a manhã de quarta-feira, dia 16, quando saiu de casa, em um condomínio localizado no bairro Jardim Jalisco e não foi mais visto.

De acordo com informações do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o corpo do servidor da Prefeitura de Resende foi encontrado por volta das 21 horas de sexta-feira, dia 18. O cadáver estava no porta-malas de seu carro, submerso em um açude, localizado em uma área de uma propriedade na localidade da Boca do Leão. Equipes do 23º Grupamento do Corpo de Bombeiros retiraram o corpo do local. “O veículo foi içado e o corpo estava dentro do porta-malas com sinais de espancamento”, comentaram os militares.

error: Conteúdo protegido !