Polícia Civil prende jovem suspeito de matar o próprio tio na região de Maringá, em Itatiaia

0

ITATIAIA

Agentes da 99ª Delegacia de Polícia (DP), coordenados pelo delegado titular, Vicente Maximiliano prenderam, um jovem, de 25 anos. Ele é suspeito da morte do próprio tio, o pedreiro, Valdecir Sampaio, 44 anos. O corpo do pedreiro foi encontrado no final da noite do último dia 11, na porta de sua casa, localizada no Condomínio Floresta da Gávea, na Estrada Mauá/Maringá, na Vila Benfica, em Maringá, na região Serrana do município. O jovem foi apresentado na segunda-feira, dia 1º, na Cadeia Pública de Volta Redonda para audiência de custódia.

Os policiais civis cumpriram o mandado de prisão temporária, cujo prazo é de 30 dias, expedido pelo Juízo de direito da Vara Única da Comarca de Itatiaia no último dia 26. Segundo um policial civil, após diligências no bairro Penedo, o jovem foi preso em sua residência localizada na Rua Ismar Seixas, próximo à entrada do bairro África I. “A decisão judicial foi prolatada a partir de representação elaborada em Inquérito Policial que versa sobre crime de homicídio qualificado de Valdecir, consumado na localidade de Maringá, na região de Visconde de Mauá”, informou o policial. O crime, de acordo com o agente da Polícia Civil, teria sido foi motivado por conflito relacionado ao tráfico de drogas. “O suspeito contou em depoimento que acabou ferindo seu tio após uma discussão sobre uma dívida de drogas. Durante a discussão, o suspeito teria tomado o facão das mãos da vítima e acabou ferindo-o contra o tio. Após o crime, ele fugiu na motocicleta de seu tio. O veículo foi abandonado na Serra da região de Visconde de Mauá após apresentar problemas mecânicos”, contou o agente.

ENTENDA O CASO

O corpo do pedreiro, Valdecir Sampaio, 44 anos, foi encontrado na noite do dia 11. Segundo informações de policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a vítima foi encontrada pelo enteado, um jovem, de 19 anos, caída na entrada da residência, já sem vida. Valdecir apresentava um corte grande no pescoço. Próximo ao corpo, segundo os policiais, foi encontrada uma enxada.

De acordo com os agentes da Polícia Civil, uma das hipóteses que está sendo investigada é que Valdecir tenha sido vítima de latrocínio, uma vez que sua motocicleta não foi encontrada.