Polícia Civil prende dupla armazenando drogas para revenda em festa universitária

0

ANGRA DOS REIS

Uma ação da equipe da 166ª Delegacia de Polícia (DP) no final da tarde de terça-feira, dia 26, terminou com a prisão de dois homens, de 25 e 26 anos, pelo crime de tráfico de entorpecentes. Os dois estariam armazenando drogas para revender em uma festa universitária. Um deles, inclusive, é estudante do curso de Engenharia.

Após informações obtidas pelo serviço de inteligência da unidade e cumprindo determinação do delegado titular, Vilson de Almeida, os policiais se dirigiram ao bairro Japuíba, visando localizar e deter os responsáveis pelo tráfico de drogas na localidade. Ao chegarem na Praça Mangaratiba, eles identificaram um elemento suspeito e ao abordarem o mesmo, localizaram drogas sintéticas em seu poder.  Ele informou que apenas fazia venda no local e que o dono do material entorpecente era um universitário, que estava em um veículo próximo, conduzindo os policiais até o mesmo.

“O outro suspeito foi abordado pelos policiais, sendo localizado material entorpecente em seu poder no interior do automóvel. Ele confirmou aos policiais que era universitário de Engenharia e que guardava o material em sua residência no bairro da Ribeira, e conduziu os mesmos até o local, franqueando a entrada. No interior da casa foi localizado mais material entorpecente e balanças de precisão”, informou o delegado.

“Os detidos informaram que estavam com uma festa para universitários programada para o dia 06 de fevereiro, onde efetuariam venda de grande quantidade de drogas”, completou Vilson.

Os dois foram encaminhados para a delegacia e autuados por tráfico, permanecendo presos. Foram apreendidos 182 gramas de haxixe e 22 comprimidos de êxtase; além de grande quantidade de MDMA e LSD.

“A Polícia Civil solicita a colaboração de todos para tornarmos Angra dos Reis uma cidade mais segura. Denuncie pelo Whatsapp da 166ª DP: 24-99935-1747. O sigilo é garantido e a Polícia Civil está em defesa de quem precisar”, finaliza o delegado Vilson de Almeida.

error: Conteúdo protegido !