Polícia Civil investiga morte de menor no Parque Minas Gerais, em Resende

0

RESENDE

O delegado titular da 89ª Delegacia de Polícia, Michel Floroschk instaurou inquérito para apurar o assassinato de um menor de 15 anos. O corpo do adolescente foi encontrado, na manhã de terça-feira, dia 02, com marcas de tiros, em um matagal nas proximidades dos Condomínios Gardênia e Tulipas, no bairro Parque Minas Gerais, na periferia da cidade. A Polícia Civil também está investigando o caso de outro menor, também de 15 anos, que foi baleado, na tarde de segunda-feira, dia 01, nas proximidades da caixa d’água do Condomínio Gardênia, no Parque Minas Gerais. Os policiais querem saber se há ligação entre os crimes. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Segundo informações da Polícia Civil, o corpo do menor foi encontrado por populares por volta das 9 horas, em um matagal. O cadáver apresentava marcas de tiros. Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) estiveram no local e realizaram a perícia.  Após perícia, o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) do bairro Alto dos Passos.

Já em outro caso, um menor de 15 anos, deu entrada, no final da tarde de segunda-feira, dia 01, no Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco. O menor apresentava um ferimento em uma das pernas que pode ter sido provocado por tiros.

Policias do 37º Batalhão da Polícia Militar foram acionados para comparecer na unidade hospitalar para verificar a entrada de um adolescente baleado. No local, os militares confirmaram com atendentes da unidade hospitalar de que o adolescente foi vítima de disparo de arma de fogo. Após atendimento médico, o menor foi liberado.

Os policias seguiram para a 89ª Delegacia de Polícia para informar o fato e encontraram a vítima acompanhada de responsáveis. O jovem estava prestando esclarecimento aos policiais civis. Caso foi registrado como lesão corporal.

INVESTIGAÇÃO

O delegado Michel Floroschk disse que as investigações dos dois crimes já foram iniciadas. Ele informou ainda que estão sendo apuradas duas hipóteses para os crimes. Uma de que os tiros que atingiram as vítimas possam ter ocorrido durante ação da Polícia Militar que resultou na apreensão de drogas no Parque Minas Gerais e a outra de que os disparos tenham sido feitos pelos suspeitos de tráfico de drogas. “Existem testemunhas informando que a Polícia Militar trocou tiros com os suspeitos de tráfico de drogas durante apreensão de entorpecentes no Parque Minas Gerais. A investigação está apenas iniciando e não podemos afirmar nada, uma vez que a Polícia Militar fala que não houve troca de tiros durante a apreensão de drogas no Parque Minas Gerais”, informou o delegado.

O comandante do 37º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Rhonaltt Bueno, disse que abriu investigação para averiguar a apreensão de drogas realizada no bairro Parque Minas Gerais. “Ainda é muito prematuro para afirmar qualquer informação. Já estamos averiguando o caso”, disse o comandante.

CORPO ENCONTRADO EM BARRA DO PIRAÍ

Na manhã de terça-feira, dia 02, o corpo de um homem, foi encontrado no bairro Cerâmica União, na localidade conhecida como Matadouro, em Barra do Piraí. Até o fechamento desta edição, o cadáver não tinha sido identificado. Também não havia informações sobre o que teria causado a morte da vítima. O corpo foi removido para o Instituo Médico Legal (IML). O caso será investigado na 88ª Delegacia de Polícia (DP).

PM apreende saco com cocaína e maconha boiando em rio no Parque Minas Gerais

Policiais do 37º Batalhão da Polícia Militar (BPM) apreenderam, no início da tarde de segunda-feira, dia 01, 80 pinos de cocaína pesando 44,8 gramas e 20 invólucros de maconha somando 92,2 gramas. A droga estava dentro de um saco plástico boiando em um rio localizado nas proximidades dos Condomínios Gardênia e Tulipas, no Parque Minas Gerais, na periferia da cidade. Nenhum suspeito foi preso.

Saco plástico contendo pinos de cocaína e invólucros de maconha, boiava em um rio -Divulgação

A unidade de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo I) fazia diligências no bairro Parque Minas Gerais quando avistaram vários homens nas proximidades dos Condomínios Gardênia e Tulipas. “Ao avistarem a nossa viatura, os suspeitos correram em direção a uma mata existente no final dos Condomínios. Perseguimos os suspeitos. No entanto, eles conseguiram fugir se embrenhando na mata. Em buscas na localidade encontramos boiando em um rio um saco plástico. Recolhemos o saco e ao abrir o pacote encontramos os pinos de cocaína e os invólucros de maconha”, contaram os militares.

Todo o material apreendido foi encaminhado para a 89ª Delegacia de Polícia, onde o delegado titular Michel Floroschk determinou a apreensão do material entorpecente.