Polícia apura assassinato de cerimonialista em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

A polícia de Volta Redonda já está apurando o assassinato da cerimonialista Emiliane Pereira, de 47 anos. Ela foi executada a tiros na noite de terça-feira, 11, quando chegava ao Condomínio Ingá II, no bairro Santa Cruz, em Volta Redonda, em um Prisma preto. O tiro que atingiu as costas e matou a vítima perfurou a lataria traseira do veículo. A polícia recebeu informações através do Disque-Denúncia de que cinco suspeitos estariam envolvidos no crime.

A polícia apurou que a mulher teria ido ao condomínio para atender uma cliente. Ela estava com o marido, que contou em depoimento que a mulher se assustou quando viu homens armados na rua, teria manobrado o carro para deixar o local, foi quando um deles disparou o tiro que a atingiu. A vítima, após ser baleada, perdeu o controle do carro e bateu de frente em um barranco. Em seguida, ela foi socorrida e levada para o Hospital São João Batista (HSJB), mas não resistiu aos ferimentos.

A cerimonialista, que residia no bairro Volta Grande, frequentava a Igreja Presbiteriana Viva, localizada no bairro Voldac. O corpo de Emiliane foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), em Três Poços e enterrado no Cemitério Portal da Saudade, em Volta Redonda, no final da tarde desta quarta-feira.

Quem souber de informações que possam ajudar a encontrar quem atirou na cerimonialista pode ligar para (24) 3339-2462. O anonimato é garantido.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !