Policia Ambiental localiza balsas no Rio Preto após denúncia de extração ilegal de ouro em Rio das Flores

0

RIO DAS FLORES

Dois homens foram encaminhados ontem para a 92ª Delegacia de Polícia (DP) pelos agentes da 2ª Unidade de Policiamento Ambiental (UPAM) após denúncia de trabalho sem licença de balsas no Rio Preto. O flagrante ocorreu após informações de extração ilegal de recursos minerais (ouro), em Rio das Flores.

O fato ocorreu na Estrada Fazenda de Coroas, no bairro Barreado, após determinação do comandante, capitão Alcimar Videira. No local, dois suspeitos foram encontrados, além de duas balsas, uma inoperante, sem o motor. A outra estava no meio do rio, sendo realizada supostamente atividade de garimpo de ouro.  “Ao abordar os mesmos e realizar uma breve revista na balsa em atividade, foi encontrado roupa de mergulho junto uma calha com tapete e os equipamentos para extração em atividade”, disse a Polícia Ambiental, explicando que, quando solicitado a licença para tal atividade, eles informaram não possuir.

Diante dos fatos, a equipe procedeu com os homens para a delegacia para o registro da ocorrência, tipificada no artigo 55 da Lei 9.605/98 para as medidas pertinentes. Uma das balsas ficou apreendida.

O programa Linha Verde, do Disque Denúncia, solicita a ajuda da população com objetivo de reduzir os crimes ambientais. Denúncias podem ser feitas de forma anônima através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”.