PM resgata idoso e filho que viviam em condições desumanas, em Barra Mansa

1

BARRA MANSA

Agentes da 2ª Cia. do 28° Batalhão da Polícia Militar, sob comando do capitão Alcimar Videira, resgataram quinta-feira, dia 4, pai (de 85 anos) e filho (de 51) que viviam em condições desumanas no bairro São Domingos. A família dos dois, que tem Alzheimer e problema mental, respectivamente, está sendo chamada para depor na 90ª Delegacia de Polícia, já que um inquérito foi aberto pelo delegado titular, Ronaldo Aparecido de Brito, para investigar o caso.  Hoje, a prefeitura disse que está acompanhando a situação por meio de suas secretarias e que se for constatado mesmo maus tratos por parte dos parentes, o Ministério Público será acionado.

Segundo informações obtidas pelo A VOZ DA CIDADE, os policiais tomaram conhecimento do fato e estiveram na Rua Duque Antonio de Paiva para apurar denúncia de maus tratos. De acordo com os policiais, por volta das 10h45min, eles localizaram a residência, em local insalubre, trancado e sem ventilação.

Em relato à 90ª DP, os policiais narraram que o portão estava amarrado com uma corda e após chamar sem ser atendidos, entraram na casa, sentindo forte cheiro de urina e fezes.

“Logo avistamos o idoso, deitado na cama, com pedaços de pão jogado ao seu lado. O deficiente em pé, em outro cômodo, todo defecado e andando de um lado pro outro. Foi verificado que no ambiente haviam fezes por toda residência, as vítimas sem alimentação ou água”, disse o policial.

“Na casa não havia nenhum alimento a não ser o pão jogado ao chão. Fomos informados por populares que o fato é antigo, que os filhos recebem os benefícios, mas não repassam para cuidado dos mesmos”, acrescentou o PM.

A guarnição, composta pelos cabos Moisés e Bastos, procedeu buscas ao bairro encontrando três filhos do idoso. Um quarto não foi localizado na ocasião, mas há informações de que os quatros já estiveram na delegacia depondo. Outros dois filhos estão sendo procurados para prestar esclarecimentos.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) conduziu as vítimas para a Santa Casa de Misericórdia e posteriormente, a guarnição foi à delegacia informar o caso, que foi registrado como “expor o idoso ao perigo a integridade e a saúde, física ou psíquica, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes ou privando-o de alimentos e cuidados indispensáveis, quando obrigado a fazê-lo, ou sujeitando-o a trabalho excessivo ou inadequado”.

Segundo o delegado, foi instaurado um processo para apurar o caso.

MP PODERÁ SER ACIONADO

O A VOZ DA CIDADE fez contato com a prefeitura, por meio de sua assessoria, para saber o que pode ser feito para ajudar pai e filho. Em nota, eles explicaram que “a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Barra Mansa informou tomou conhecido do caso através do Samu e da Policia Militar e que tão logo foi acionada, fez o encaminhamento dos pacientes para a Santa Casa de Misericórdia do município para a realização de cuidados e exames médicos. Os dois homens foram registrados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e estão sendo acompanhados. A próxima etapa do órgão será a localização dos familiares e, caso seja constatado que os maus tratos estivessem sendo praticados pela própria família o Ministério Público será acionado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) conduziu as vítimas para a Santa Casa – Divulgação

Casa só tinha água e pão – Divulgação

Policiais tomaram conhecimento do fato e estiveram na Rua Duque Antonio de Paiva para apurar denúncia de maus tratos – Divulgação

1 comentário

  1. Isso vem acontecendo com duas senhoras em lídice tbm na avenida Sérgio Braga ao lado do bar do galego dana Cecília.aonde uma das filhas tbm recebe o auxílio das duas

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !