PM registra ocorrências de tráfico em Barra Mansa; a equipe quase foi atacada por um pitbull em uma delas

0

BARRA MANSA

Na quinta-feira, dia 13, agentes da 2ª Cia. do 28° Batalhão de Polícia Militar (BPM) registraram três ocorrências de tráfico de drogas em Barra Mansa. Em uma delas, a equipe quase foi atacada por um cachorro da raça pitbull. No total, seis pessoas foram detidas.

A primeira delas foi na Rua Eduardo Junqueira, na Estamparia, por meio do Grupo de Ações Táticas (GAT) II, 1° sargento Pablo, 3° sargentos Rondinele, Madeira e Werneck, cabo Túlio e soldados Romero e Pedro Henrique. Foram apreendidos 26 pinos de cocaína e 16 de maconha com dois adolescentes, de 19 e 14 anos.

Os militares chegaram até a dupla por meio de denúncia e os dois, chegaram a fugir, mas foram capturados já às margens do Rio Paraíba do Sul. Após o flagrante, eles foram encaminhados com as drogas para a 90ª Delegacia de Polícia (DP) para as medidas necessárias.

A PM contou que antes de encaminhar a dupla para a sede da Polícia Civil, chegou a efetuar um tiro de fuzil mirando o chão para intimidar um cachorro da raça pitbull que tentou avançar na equipe. Ninguém se feriu, inclusive o animal, que retornou para casa.

A mesma equipe, no mesmo dia, também apreendeu material do tráfico de drogas na Rua Sebastião Chaves, no Roselândia. Três, dos quatro criminosos avistados, foram abordados próximo a uma área de lazer. Foram apreendidos 37 pinos de cocaína, 45 de maconha, 16 frascos de Loló, R$ 23 em espécie, dois rádios comunicadores e dois celulares.

Eles também foram apresentados na delegacia para as medidas necessárias.

Na quinta, também teve uma terceira ocorrência flagrada pela equipe na Avenida Orlando Brandão, no Ano Bom. Também após denúncia, um rapaz, de 22 anos, foi encontrado com 33 pinos de cocaína, uma pedra de crack, dois sacolés de maconha, um celular, etiquetas e R$ 28 em espécie. Ainda com ele, foi arrecadado em sua cintura um revólver cal.32, municiado com seis munições intactas.

O caso também foi apresentado na 90ª DP, ficando o homem à disposição da Justiça.

Deixe um Comentário