Número de envolvidos na morte de PM pode passar de cinco, diz delegado

0

RESENDE

Agentes do 37° Batalhão da Polícia Militar (BPM) encaminharam no início da tarde de hoje, para a sede da 89ª Delegacia de Polícia (DP), um jovem que pode ser o terceiro suspeito do envolvimento na morte de sargento Alexandre Balbino Silva, de 44 anos, no dia 18 de setembro, em um posto de combustíveis no bairro Paraíso. Em entrevista ao A VOZ DA CIDADE, o delegado titular da 93ª DP, Michel Floroschk, expôs que não tem dúvida que o crime tenha sido execução e explicou que, no mínimo, cinco pessoas participaram da morte do policial.

O suspeito de hoje foi preso pela PM no complexo da Cidade Alegria, em um local conhecido como ‘final do Alegria’ em cumprimento de mandado de prisão. Até a publicação desta nota sua identidade não havia sido revelada.

O delegado Michel Floroschk explicou que o número de envolvidos na morte do policial pode passar de cinco. Ele comentou que é possível ver nas imagens que três pessoas descem do veículo pela parte traseira, e atacam o policial. Em análise mais detalhada, na investigação da Polícia Civil, é possível ver, segundo o policial, um homem sentado no local do motorista e outro no lado do carona. “Faltam dois, pelas imagens das câmeras. Mas além disso, pode ter o mandante e as pessoas que auxiliaram esse pessoal”, disse a autoridade. “Não tenho dúvida que foram para matar o policial militar. Tenho certeza. Descartada qualquer possibilidade de estarem ali para roubar alguma coisa”, finalizou o delegado Michel Floroschk.

SEGUNDO SUSPEITO PRESO E O PRIMEIRO MORTO

Na segunda-feira, dia 7, o segundo suspeito do crime foi preso no bairro Jardim Aliança II. Ele foi identificado pela Polícia Civil como Alex Lopes da Silva, 30 anos. Ele foi preso depois da expedição de um mandato de prisão temporária, expedido pela 1ª Vara Criminal de Resende.

Um homem suspeito de participar do crime, identificado como Maranhão, morreu após troca de tiros com policiais do 37º BPM no último dia 19. Houve troca de tiros no bairro Fazenda da Barra III, às margens da Rodovia Presidente Dutra. O suspeito portava uma pistola 9 mm e estava em um carro com outras pessoas. Informações polícia dão conta que ele teria descido do veículo e começado a atirar. Os demais ocupantes do veículo não se feriram. Um terceiro homem está foragido.

O sargento Balbino era de lotado no 37° BPM (responsável pela segurança de Resende, Porto Real, Quatis e Itatiaia) morava em Volta Redonda.

DENUNCIANDO

O Disque Denúncia está divulgando desde o dia do crime um cartaz perguntando: Quem matou? Esta sendo oferecido uma recompensa de R$ 5 mil para quem souber informações sobre os autores do crime. O sigilo é garantido e a ligação é gratuita. Quem tiver alguma notícia que contribua no reconhecimento dos assassinos e que ajude no trabalho da polícia, o telefone para contato é o 2253 1177.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !