PM morre com tiro na cabeça em Volta Redonda

0

Na madrugada de hoje, um policial militar morreu após confronto com criminosos no bairro Padre Josimo. Um homem foragido da Justiça também morreu na ocasião. O PM foi identificado como Leonardo Pinho da Silva, 29 anos.

Segundo informações, os militares faziam patrulhamento pela Rua 15, quando, ao notarem uma dupla suspeita em uma motocicleta, fizeram sinal para que parassem. Os dois, segundo os militares, atiraram contra a equipe, que revidou. O cabo foi atingido na cabeça e morreu dentro da viatura, a caminho do hospital. Um dos suspeitos morreu na hora e o outro fugiu.

O PM era morador de Valença e estava na corporação há oito anos.

O cabo Pinho era morador de Valença – Divulgação

Segundo o delegado Wellington Vieira, a Polícia Civil está acompanhando o caso desde as primeiras horas da madrugada.

Hoje, a comandante do 28° Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Luciana Rodrigues, divulgou uma nota falando sobre a morte do policial. “A Secretaria de Estado de Polícia Militar lamenta a morte do Cabo Pinho, ocorrida na madrugada desta quarta-feira em Volta Redonda”, disse, confirmando que os policiais do 28ºBPM realizavam patrulhamento na Rua 15, no bairro Padre Josimo, quando avistaram dois indivíduos suspeitos em uma motocicleta. “Os policiais tentaram realizar abordagem e neste momento os criminosos efetuaram disparos de arma de fogo contra a equipe, que revidou”, disse.

A tenente-coronel explicou que o cabo Pinho foi atingido e, infelizmente, não resistiu aos ferimentos. Além do agente, um suspeito foi ferido e também foi a óbito no local.

“O cabo Pinho tinha 29 anos, estava na Corporação desde 2011, era lotado no 28ºBPM (Volta Redonda) e deixa noiva. O velório acontecerá hoje, às 17 horas, no Cemitério Riachuelo, no bairro Esplanada do Cruzeiro, em Valença”, concluiu.

PATRULHAMENTO

A comandante disse ainda que o patrulhamento para localizar o segundo suspeito que estava na motocicleta foi reforçada no Padre Josimo e bairros vizinhos. “Pedimos que os moradores que tiverem informações do suspeito que liguem para o Disque denúncia 0800 0260 667”, pediu. A ligação também pode ser feito para o Disque Denúncia no telefone 0300 253 1177.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !