Piraí conquista o quinto lugar no 13º prêmio Aneprem de boas práticas de gestão previdenciária

0

PIRAÍ
O município conquistou o quinto lugar no 13º prêmio Associação Nacional de Entidades de Previdência de Estados e Municípios (ANEPREM) de boas práticas de gestão previdenciária, considerado o oscar da Previdência. A conquista a nível nacional foi na categoria médio porte que é de 2001 a 5 mil segurados. Para o prefeito Dr. Ricardo Campos Passos, que foi representado no evento pelo secretário Municipal de Administração e gestor do fundo de Previdência Social Dr. Daniel Miceli de Freitas e o Assessor Jurídico do Fundo de Previdência dos Servidores Municipais (FPSMP), Dr. Ronato Ignácio da Silva, essa conquista é um grande e importante legado.
O prefeito de Piraí e Gestor do Regime Próprio de Previdência (RPPS), agradeceu ao corpo técnico do RPPS pelo empenho de cumprir todas as normas legais e regulamentares aplicáveis. Os servidores que atuam no RPPS de Piraí, no Comitê de Investimento e Conselho Municipal de Previdência, estão passando por processo de treinamento e aprimoramento para manterem permanentemente atualizados, compartilhando e difundindo fatos relevantes e contribuindo com a disseminação da cultura previdenciária, de modo a salvaguardar o interesse primário do FPSMP, objetando a construção de um RPPS mais eficiente e eficaz para os servidores públicos.
REGIEM PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA
Vale ressaltar que o Brasil tem 2.153 entes de RPPS entre estados e municípios. Na Região Sudeste são 558 RPPS, sendo no Estado do Rio de Janeiro 80, dos 92 municípios. Para o Fundo de Previdência de Piraí, receber o prêmio de boas práticas de gestão previdenciária é de extrema importância, pois é o prenúncio que o RPPS está no caminho certo, com a responsabilidade social e gestão dos recursos dos servidores para garantir sua aposentadoria e a seus dependentes com pensão por morte.
Piraí também no ano de 2022, obteve a certificação do Pró-Gestão RPPS nível 1, programa de certificação institucional e modernização da gestão dos regimes próprios de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, instituído pela Portaria MPS no 185/2015, estando entre os 12 municípios no Estado do Rio de Janeiro que tem a certificação.