Pedreiro é morto a tiros na Morada da Barra, em Resende

0

RESENDE

Em uma semana a região das Barras, que engloba os bairros Fazenda da Barra I, II e III, Morada da Barra, Parques Embaixador e Minas Gerais, Campo Belo e Jardim Esperança, registra o terceiro assassinato.

Na noite desta terça-feira, o pedreiro Paulo Rocha da Silva, 37 anos, mais conhecido como Paulinho, foi morto com, pelo menos, nove tiros, sendo sete na cabeça, um nas costas e outro no braço, nas proximidades de sua residência, no bairro Morada da Barra. O assassinato já está sendo apurado pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) da 89ª Delegacia Legal de Polícia Civil (RESENDE). Até o fechamento desta edição nenhum suspeito foi preso e nem o motivo da morte de Paulinho. O corpo de Paulinho foi enterrado, no final da tarde no Cemitério Municipal Senhor dos Passos, no bairro Alto dos Passos.

Agentes do 37º Batalhão da Polícia Militar (RESENDE) foram acionados, por volta das 20h50min para comparecerem a Rua Dois, para verificar denúncia de que um homem  havia sido baleado. “Quando chegamos no local encontramos a vítima caída ao solo, já sem vida. Isolamos o local até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli”, contaram os militares, informando que no local do crime foram encontradas vários projéteis de arma de fogo de calibre 38. “A lei do silêncio imperava no local do crime. Chegamos a perguntar para populares que estavam em volta da vítima sobre o assassinato, mas falaram que não viram o crime”, informaram.

TERCEIRO CRIME

Este foi o terceiro crime registrado na região das Barras em uma semana. Na noite do último dia 7, a dona de casa Thaís Helaine Silva Machado, 38 anos, foi executada a tiros, quando chegava em casa, no bairro Fazenda da Barra III, com o marido. Thaís Helaine foi morta com oito tiros que atingiram braços, peito e cabeça. Os tiros foram efetuados por dois homens ainda não identificados.

Já na tarde do último dia 10, o cigano Antônio do Amaral, 46 anos, que residia na Fazenda da Barra III, foi morto a tiros. Ele estava em um bar situado na Avenida Juscelino Kubitscheck, com o filho pequeno quando três homens, sendo dois deles encapuzados desceram de um Vectra cinza de placa não anotada e efetuaram vários disparos. A vítima morreu na hora.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !