Passagem aumenta mais de R$ 5 e moradores protestam

1

BANANAL/BARRA MANSA

Na manhã dessa quinta-feira, 29, os moradores do distrito de Bananal, Rancho Grande, começaram uma manifestação, no Centro, às 5 horas, que se encerrou apenas às 20 horas, onde um ônibus da Colitur ficou interditado. O motivo seria uma reivindicação dos usuários da linha interestadual, que faz o percurso Barra Mansa x Bananal-SP, que teve um aumento na passagem de R$ 5 para R$ 10,70, por causa do encerramento da possibilidade do pagamento até o trecho do distrito. A empresa responsável pela linha, Colitur, pediu uma reunião em sua sede, em Barra Mansa, às 15 horas, desta sexta-feira, 30, com representantes do movimento e o prefeito de Bananal, Carlindo Nogueira.

Segundo os relatos, já teria sido realizada uma reunião na terça-feira, 27, no gabinete do prefeito de Bananal, onde se reuniram o prefeito, vereadores, moradores e representantes da empresa Colitur, porém nada ficou definido. Um abaixo-assinado com 250 assinaturas também teria sido realizado e entregue à empresa. De acordo com as queixas, a empresa teria dito que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) teria encerrado a seção (pagamento até o trecho) que fazia a linha Via Rancho Grande, por isso, a partir do dia 18, seria cobrada a passagem inteira.

De acordo com um dos representantes dos moradores, o advogado William Landim da Silva, a reivindicação é pela volta da seção “A empresa alegou que a ANTT teria encerrado a seção, mas essa condição não nos agradou e não nos convenceu. Nós entramos em contato com a ANTT e ela nos informou que ela não pode incluir ou retirar nenhuma seção, mas apenas ratificar”, contou, completando que o encerramento da seção afeta totalmente os moradores. “Nós queremos a volta da seção e não aceitaremos outra condição”, disse.

Já Vilmar da Silva, também representante da comunidade, contou que a Colitur se negou negociar na reunião de terça-feira, e por isso foi iniciada a paralisação. “Em consulta a ANTT fomos informados que este problema deve ser solucionado entre a empresa e a população. Como a direção se negou a negociar, não tivemos alternativa senão bloquear o ônibus até seja definida está situação”, disse, explicando que, a maioria dos moradores do distrito, trabalham Barra Mansa. “Não podemos ser penalizados repentinamente com um aumento de mais de R$ 5”, afirmou.

TEMENDO DEMISSÕES

De acordo com o relato de Marcos Paulo, morador do distrito, ele trabalha em Barra Mansa e com esse aumento, correndo o risco de perder o emprego. “A maioria de nós trabalha em Barra Mansa ou em Volta Redonda, e, com isso, somos ameaçados de demissão por causa desse aumento absurdo. Já estamos a 11 dias tentando dialogar. A passagem dobrou, e é um gasto para as firmas. Então está todo mundo sendo prejudicado”, contou.

O A VOZ DA CIDADE entrou em contado com a empresa Colitur, que, até o fechamento dessa matéria, ainda não havia respondido os questionamentos.

1 comentário

  1. Precisamos de todos unidos em defesa de nossos direitos, obrigado aos vereadores de Bananal Eduardo, José Luiz, Martins e Osvaldo, ao Prefeito Carlindo Nogueira o Piá, ao apoio da Policia Militar SP e Policia Rodoviária Estadual SP. Manifestação sim em busca de nossos direitos de forma ordeira e pacificas.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !