Parlamentar encaminha à Secretaria de Educação questionamentos sobre volta às aulas, colhidos em audiência pública

0

BARRA MANSA

O vereador Gustavo Gomes (Republicanos) enviou ontem, dia 1º, à Secretaria de Educação, um ofício com 15 questionamentos de pais e profissionais da educação sobre a volta às aulas. As perguntas foram colhidas durante audiência pública, que aconteceu no dia 25 de fevereiro, no Plenário da Câmara. No encontro, que também foi um requerimento de Gustavo Gomes, não esteve presente nenhum representante do Governo Municipal, e por isso o parlamentar encaminhou as dúvidas levantadas na ocasião.

O retorno das aulas em sistema híbrido – presencial e online – aconteceu também no dia 1º, e, de acordo com Gustavo Gomes, grande parte da população desconhece as decisões tomadas para essa volta. Segundo o parlamentar, o primeiro dia de aulas presenciais teve baixa adesão. Ele destacou que o baixo número de alunos presente nesse retorno já era algo previsto. “Acredito que por causa disso não houve transtorno, porque se fossem mais pessoas, é provável que teria algum problema”, analisou o vereador, informando que nesta terça-feira, dia 2, seguiria vistoriando Unidades Escolares.

Um dos questionamentos de pais e alunos foi se todas as 68 unidades escolares estão de fato adequadas para atender o protocolo de segurança à Covid-19. Além disso, foi posto em pauta se há alguma estratégia pra os colégios, nos quais a estrutura física não está adequada, para atender a capacidade de alunos nas salas de aula.

Outro ponto levantado foi a respeito do ensino hibrido e se ele de fato funcionaria para todos, uma vez que em 2020 foi divulgado pela prefeitura que muitos alunos da Rede Municipal não tinham acesso a internet, impossibilitando o ensino online. “O que mudou, já que a rede disponibilizou uma plataforma para o atendimento remoto?”, destaca o oficio.

Foi perguntado ainda se o material para a higienização é o suficiente para suprir a demanda mensal de todas as escolas e se, no caso de algum afastamento, há outro profissional para a imediata substituição. Ainda sobre os profissionais, foi posto em pausa se haverá responsáveis pelo controle dos banheiros para evitar aglomeração e se houve contratação de funcionários para que haja o controle adequado do protocolo.

Dúvidas sobre o aumento de movimentação no transporte coletivo também foram levantadas. O questionamento é se haverá novos horários para evitar aglomeração na hora do aluno ir e voltar da escola.

error: Conteúdo protegido !