Para celebrar o Dia Internacional do Jazz estrelas da música se reúnem na sede da ONU

0

Assembleia Geral volta a ser palco de concerto especial organizado pela Unesco, com pianista brasileiro Hélio Alves, entre outros; evento será transmitido ao vivo por várias plataformas online; diretora da agência destaca que música pode contribuir para paz em momento em que mundo é afetado por crises e conflitos

NOVA IORQUE

Para comemorar os dez anos do Dia Internacional do Jazz, a Assembleia Geral da ONU recebe no último sábado, 30 de abril, o Concerto Global All-Stars.

Pianista brasileiro 

Participam do concerto mais de 30 músicos de diversos países, como o americano Marcus Miller, que já colaborou com Elton John, Aretha Franklin, LL Cool J e Frank Sinatra.

O pianista brasileiro Hélio Alves, que vive nos Estados Unidos, também estará no saguão da Assembleia Geral. Ao chegar a Nova York, Alves contou à ONU News sobre a emoção em participar do evento.

“Estou extremamente contente de estar participando deste concerto, que vai ser transmitido pela ONU com músicos do mundo inteiro, músicos fantásticos. Estou extremamente contente de ter representado o Brasil neste concerto”, disse o músico

Retorno após pandemia 

As celebrações do Dia Internacional do Jazz são organizadas desde 2012 pela Unesco. A diretora-geral da agência, Audrey Azoulay, declarou que num momento em que “o mundo é afetado por múltiplas crises e conflitos, a data destaca o quanto música e cultura podem contribuir para a paz.”

Azoulay lembra ainda que o concerto deste sábado será ainda mais especial, uma vez que pelos últimos dois anos, a pandemia de Covid-19 teve um “impacto enorme na indústria da música, especialmente para o jazz, que tem como base o improviso e performance ao vivo”.

A diretora da Unesco destaca que o Dia Internacional do Jazz é uma “oportunidade para homenagear todos os criadores pelas alegrias e emoções que nos proporcionam” e para fazer um “Chamado pela Paz Global e União”, que é o tema da data neste ano.